Futebol/Bastidores - ( )

Diretoria do Flu quer definir últimas saídas na próxima semana

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Com um elenco inchado, o Fluminense vem trabalhando para reduzir o grupo de jogadores. O próprio técnico Cristóvão Borges pediu aos dirigentes que os atletas que não fizessem mais parte dos planos fossem negociados, a fim de evitar insatisfações ou dificultar a chegada de reforços, já que a folha salarial está no limite.

Diante deste cenário, algumas negociações foram concretizadas. O lateral direito Wellington Silva foi negociado com o Internacional, enquanto que o lateral esquerdo Ronan foi emprestado ao Legia Varsóvia, da Polônia.

Agora, a diretoria trabalha no sentido de resolver as outras situações pendentes e a ideia é que no fim da próxima semana o grupo se limite apenas aos jogadores que serão aproveitados no restante da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro. A que está melhor encaminhada é a ida do atacante Marcos Júnior para o Vitória. Os dois clubes já chegaram a um acordo, assim como o jogador e os baianos. Falta apenas sair o resultado da série de exames médicos que o atleta realizou na sede do Vitória para que o anúncio seja oficializado.

Outra situação encaminhada diz respeito ao meia Higor. O jogador, tratado como uma promessa da base do clube, vai ser emprestado ao Criciúma. Ele deve viajar na próxima segunda-feira para Santa Catarina a fim de acertar os detalhes.

O atacante argentino Martinuccio, que retornou de empréstimo do Cruzeiro, também não faz parte dos planos de Cristóvão. O Vitória se interessou pelo jogador, mas declinou por conta do salário. O mesmo vem dificultando o acerto com o Coritiba, que ainda não desistiu da transação. Existe a possibilidade de o Tricolor ter que arcar com metade dos vencimentos do jogador para evitar um prejuízo ainda maior.

Nelson Perez/Fluminense FC
Fluminense segue em busca de reduzir inchaço no elenco e folha salarial

A situação que mais preocupava está perto de se resolver. O zagueiro Leandro Euzébio, que vinha treinando em separado, não via muitas perspectivas de deixar o clube antes do fim de seu contrato. O salário do jogador, considerado alto para a posição no Brasil, era um complicador quando surgia algum interessado. Porém, na quinta-feira a diretoria do Fluminense foi informada que o atleta recebeu uma proposta do Al-Khor, do Catar. Ele inclusive já estaria negociando o tempo de contrato. Os tricolores abrirão mão do valor da multa. As negociações estão sendo conduzidas pelo empresário do zagueiro, Anselmo Paiva, que tem carta branca do clube carioca para oficializar o negócio. Outro jogador que o Fluminense vbem encontrando dificuldades para negociar é o volante Fábio Braga, filho do técnico Abel Braga, e que não está nos planos da comissão técnica.

Dentro de campo o elenco se reapresenta na próxima segunda-feira e a diretoria já acertou que no mesmo dia os jogadores viajam para um período de treinos em Macaé (RJ). O retorno ao Rio de Janeiro (RJ) acontecerá no dia 29. Sair da capital foi outro pedido de Cristóvão para poder trabalhar o aspecto físico dos jogadores e nivelar o grupo.

A diretoria está muito perto de confirmar um amistoso contra o Luziânia, atual campeão brasiliense. O jogo serviria como festividade para a entrega de faixas ao time do Centro-Oeste pela conquista do título estadual. A partida deverá ser acertada para o dia 10 de julho, às 20h30(de Brasília), no Estádio Serra do Lago, em Luziânia (DF). Não há informação se o Tricolor vai receber alguma cota pela realização da partida, o que deverá acontecer.