Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

“Discípulos”, Leão e Dudu destacam legado deixado por goleiro

São Paulo (SP)

Oberdan Cattani faleceu no fim da noite de sexta-feira e deixou ‘discípulos’. O ex-goleiro e agora técnico Emerson Leão é um deles. Presente no velório do ídolo palestrino na manhã deste sábado, o profissional se referiu a Oberdan como mito.

“Um mito que jogou do Palmeiras e do gol brasileiro. Foi o primeiro de uma grande geração de goleiros do Alviverde, cobrava muito dos goleiros do Palmeiras que vieram depois, e deve ainda cobrar muito. O mais importante é vê-lo com 95 anos, sereno, descansando. Então, que vá em paz”, declarou o técnico, que estava presente no velório do atleta na manhã deste sábado, em entrevista ao canal SporTV. Leão começou sua carreira no Palmeiras no ano de 1968 e permaneceu por 10 anos.

Morre Oberdan Cattani, ex-goleiro do Palestra Itália e do Palmeiras

Com Oberdan Cattani, morre o Palestra Itália

Em nome de comissão palmeirense, Felipão lamenta morte de Oberdan

Ex-goleiro da Seleção, Oberdan é citado como “referência” pela CBF

Marcos lamenta falecimento de Oberdan: “A lenda é eterna”

Confira imagens do ídolo palmeirense

Rebelo exalta carreira de Oberdan: “Honra e glória ao grande palmeirense"

Considerado um dos maiores jogadores da história do Palmeiras, Dudu também lamentou o falecimento do ex-goleiro e exaltou a personalidade do último representante do Palestra Itália. O volante participou das conquistas palmeiras ao lado de Ademir da Guia na época da Academia de Futebol.

“Sem dúvidas temos muita saudade dele, mas ele descansou. Estava muito doente nos últimos anos. Era uma pessoa de personalidade muito forte, por isso trouxe de sua época, junto com os seus companheiros, muitos títulos para o Palmeiras, que foram importantes para a história do clube e para nós que viemos depois”, afirmou Dudu também em entrevista ao canal SporTV.