Futebol Internacional/Amistosos - ( - Atualizado )

Eficiente na segunda etapa, Argentina derrota Trinidad e Tobago em casa

Buenos Aires (Argentina)

O Estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires, recebeu um grande público para o amistoso entre Argentina e Trinidad e Tobago. Porém, quem esperava um jogo fácil para a equipe alviceleste, conhecida pelo forte poderio ofensivo, se surpreendeu. Após um primeiro tempo marcado pelo nervosismo - e que terminou com um gol salvador de Palacio nos acréscimos - os mandantes resolveram a partida na segunda etapa, onde finalizaram o embate com o placar de 3 a 0, com tentos de Mascherano e Maxi Rodríguez.

O jogo – Postada no 4-4-2, a seleção de Trinidad e Tobago implementou uma forte marcação à Argentina, que era obrigada a movimentar a bola calmamente no campo de ataque. Porém, aos 11 minutos, a equipe de Alejandro Sabella criou a sua primeira oportunidade. Em contragolpe rápido, Lavezzi recebeu de Di María e cruzou do setor esquerdo para Messi, mas a finalização irreconhecível do camisa 10 foi pela linha de fundo.

Com 18 jogados, Di María recebeu na intermediária, cortou a marcação e finalizou rente ao travessão de Jan-Michael Williams. Três minutos mais tarde, Lavezzi aproveitou um escorregão da marcação e concluiu de perna canhota dentro da área, mas a bola tocou o lado externo da rede trinitina.

A primeira chance visitante veio aos 30 minutos. Acionado na área, o camisa 9 Kenwyne Jones ganhou da marcação, mas acabou travado no momento da conclusão. A resposta argentina veio em contragolpe rápido pela ponta direita, que terminou com finalização de Messi por cima do gol.

Quando a partida se encaminhava para o final, duas incríveis chances perdidas antecederam o primeiro tento mandante. Aos 41 minutos, em cruzamento de Di María, Bateau tentou afastar o perigo e carimbou o travessão de Jan-Michael Williams. No rebote, Palacio, livre de marcação, testou à esquerda do gol. Com 46, Di María ganhou do goleiro adversário e preferiu servir Messi, ao invés de concluir para as redes desprotegidas. No entanto, o camisa 10 acabou travado na hora do chute.

Assim, no último lance do primeiro tempo, oriundo da chance perdida por Messi, veio o tão esperado gol mandante. Em cobrança de escanteio na esquerda, Palacio se antecipou à marcação e desviou de cabeça. Jan-Michael Williams tentou cortar, mas caiu com a bola para dentro das redes.

Disposta a ampliar o marcador, a Argentina tratou de ir ás redes logo aos cinco minutos. Em cobrança de falta, Messi carimbou o travessão esquerdo trinitino e viu Mascherano, em posição legal, empurrar a bola para o fundo das redes. Com mais tranquilidade, a equipe de Sabella anotou o terceiro tento com Maxi Rodríguez. O meia-atacante, que entrou na vaga de Lavezzi, aproveitou uma bela jogada de Palacio, que driblou o goleiro, evitou a saída da bola e tocou para o camisa 11 anotar o gol.

AFP
Com um gol nos acréscimos do primeiro tempo, Palacio abriu caminho para o triunfo da Argentina

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade