Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Em Fortaleza, Uruguai encara Costa Rica para repetir sucesso de 2010

Fortaleza (PE)

Bicampeão do Mundo, o Uruguai chegou a ser renegado a segundo plano no futebol mundial, mas a Celeste renasceu e vem mostrando força, após um quarto lugar no Mundial de 2010. O time comandado por Óscar Tabárez terá adversários de peso no Grupo D, mas acredita na classificação. A luta pelo título começa neste sábado, às 16h, contra a Costa Rica, jogo no Castelão, em Fortaleza.

Na sequência, os uruguaios encaram os gigantes Inglaterra e Itália, equipes que na avaliação do meia Cristian Rodríguez merecem respeito, mas o Uruguai também passou a ser mais temido nos jogos. “A boa fase de vários jogadores em seus clubes somado ao passado vitorioso de nossa seleção serão importantes para que possamos ter esse respeito dos nossos adversários”, disse o atleta, campeão espanhol e vice-campeão da Liga dos Campeões pelo Atlético de Madrid.

Para a estreia contra a Costa Rica, a maior preocupação do Uruguai é com o atacante Luis Suárez, que passou por cirurgia no joelho e ainda se recupera, mas já tem feito atividades com bola, o que anima o técnico Óscar Tabárez, que admite que a Celeste depende muito do atacante do Liverpool.

Segundo Tabárez, a seleção perde sem a presença de Suárez. O treinador, no entanto, entende que a equipe tem que encontrar outras formas de jogar para superar uma possível ausência do camisa 9. “Sem Suárez contra a Costa Rica, muda a nossa margem de chance. Não é uma vacina, mas é fato. Temos que seguir trabalhando”, declarou.

AFP
Fora da primeira partida, Suárez ainda carrega as esperanças dos torcedores uruguaios em uma boa campanha

A Costa Rica chega para sua quarta Copa do Mundo como ‘fiel da balança’. A seleção da América Central, Além de tudo, caiu no chamado grupo da morte com as campeãs Itália, Inglaterra e Uruguai. Entretanto, isso serve de motivação para Los Ticos, como são conhecidos. Pelo menos é o que garante o técnico da equipe, o colombiano Jorge Luis Pinto.

“Ao contrário do que todos pensam, senti alegria e motivação pelo grupo. Me motivou extraordinariamente a condição de enfrentar três campeões do mundo. Vamos jogar sem temor, sem medo. Podemos ganhar”, disse o treinador, antes de revelar que tem estudado seus adversários, inclusive com ‘espiões’.

“Estamos há cinco meses os seguindo em todos os campos, vendo jogadores, treinamentos, com pessoas de minha confiança. No Uruguai, na Inglaterra... em todos os lugares. Temos uma boa bagagem de conhecimento, que podemos analisar com todos os detalhes”.

Quanto ao time, Jorge Luis já foi obrigado a cortar um jogador por lesão e pode perder outro para a estreia. Michael Umanã tenta se recuperar de uma forte gripe. Caso não esteja preparado para o jogo, Oscar Duarte deve ficar com a vaga.

No meio de campo, outra briga acontece entre Cubero e Tejeda, mas o treinador deve confirmar a escalação apenas minutos antes da partida deste sábado.A grande esperança da Costa Rica está no jovem talento Joel Campbell. O jogador do Arsenal, que está emprestado ao Olympiacos, da Grécia.

“Estou tranquilo. Seguramente, um dia antes vou ficar mais nervoso, mas é o que todo jogador quer. Agora é tentar ganhar para classificar”, ressaltou o atacante de apenas 21 anos de idade.

AFP
Elenco da Costa Rica aposta em união para fazer a diferença na Copa do Mundo de 2014

FICHA TÉCNICA
URUGUAI X COSTA RICA

Local: Estádio Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 14 de junho de 2014, sábado
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Felix Brych (ALE)
Assistentes: Mark Borsch e Stefan Lupp (ambos da Alemanha)

URUGUAI: Muslera; Pereira, Lugano, Godin e Cáceres; Arévalo Rios, Gargano, Stuani e Rodrigues; Fórlan e Cavani
Técnico: Óscar Tabárez

COSTA RICA: Patrick Pemberton; Héiner Mora, Michael Umaña, Óscar Duarte, Júnior Díaz; Celso Borges, José Cubero, Christian Bolaños e Diego Calvo; Randall Brenes e Joel Campbell
Técnico: Jorge Luis Pinto

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade