Futebol/Copa do Mundo - ( )

Em nova entrevista surpresa, Del Bosque deixa futuro em aberto

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes Curitiba (PR)

Assim como aconteceu após a derrota da Espanha diante da Holanda, o técnico Vicente Del Bosque apareceu no começo de tarde desta sexta-feira para uma entrevista coletiva, atendendo a pressão dos jornalistas espanhóis, ainda em busca de explicações sobre a derrota para o Chile, a eliminação na Copa do Mundo 2014 e o futuro da seleção. E este seguirá em aberto.

O treinador espanhol não quis falar sobre uma definição sobre sua permanência e vai deixar para depois da partida diante da Austrália a resposta. “Essa partida não nos serve para nada, para a classificação. Mas não é o momento para falar no meu futuro. Depois decidiremos o que o é melhor para a Federação, para o futuro. Se eu for um estorvo, um incômodo, aí sim eu irei embora”, afirmou.

A decisão precisará ser rápida, já que o próximo objetivo da geração que virá começa ainda em 2014. “Em setembro começaremos a classificação para a Eurocopa e queremos que nossa Federação esteja funcionado perfeitamente. Por isso, tomaremos a decisão mais correta”, garantiu.

Del Bosque revelou que a eliminação foi totalmente inesperada e é impossível não sentir, mas a despedia, diante da Austrália, precisa ser com honra. Pelo presente e pelo futuro.

“Tive um pouco de surpresa, vendo o compromisso do grupo durante o dia a dia, nos treinamentos, foi um golpe e tanto. Não esperava isso. Mas tenho a responsabilidade de fazer as cosias bem nesse final, sempre pensando no futuro da seleção”, concluiu.

AFP
Após eliminação precoce na Copa do Mundo, Vicente Del Bosque deixou seu futuro em aberto na seleção espanhola