Futebol - ( - Atualizado )

Entusiasmo diminui, mas transporte público funciona até Itaquera

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Foi novamente tranquilo o trajeto a Itaquera para quem escolheu o transporte público como meio de chegar à partida entre Corinthians e Botafogo. Até mais tranquilo, já que o entusiasmo dos torcedores era compreensivelmente menor do que o observado há duas semanas, quando aconteceu o primeiro jogo oficial no estádio.

A reportagem da Gazeta Esportiva foi à arena da zona leste de São Paulo utilizando o Expresso Copa, trem da CPTM que parte da estação da Luz e segue sem paradas até a estação Corinthians-Itaquera. Cumpriu-se a promessa de um trajeto de pouco mais de 19 minutos.

Ainda era um jogo do time do Parque São Jorge, motivo pelo qual a tranquilidade era ocasionalmente quebrada por gritos de “Vai, Corinthians”, naquela pronúncia característica dos alvinegros. Os voluntários da Fifa, que indicavam os acessos, entraram no clima.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Trajeto dos torcedores até o estádio de Itaquera foi tranquilo, mas com cara de Corinthians
“Sejam bem-vindos à Arena Corinthians. Por aqui, as entradas dos setores Leste e Sul. Tenham um bom jogo. E, mais importante, vai, Corinthians!”, dizia um dos voluntários, com um megafone, indo além dos avisos protocolares. “Aqui é a nossa casa, mano”, sorriu.

Quem ficaria nos setores Oeste e Sul deveria ir de metrô, descendo na estação Artur Alvim. Também não houve registros de problemas, algo que não pode ser dito em relação àqueles que teimaram em ir de carro, apesar das recomendações contrárias. Os bloqueios na região tornaram bastante difícil o acesso.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade