Futebol/Copa do Mundo - ( )

Equador joga a vida na Copa diante da favorita França

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

A última rodada do Grupo E da Copa do Mundo deixou o Equador na vice-liderança da chave, à frente da Suíça pelo saldo de gols. Ainda assim, a situação equatoriana não é nada fácil: com os mesmos 3 pontos dos suíços, o time sul-americano terá pela frente a favorita França no Maracanã, nesta quarta, às 17h (horário de Brasília). Os suíços, por sua vez, terão tarefa bem mais amena: enfrentar Honduras, seleção mais fraca do grupo, no mesmo horário.

Diante de Honduras, o Equador viveu um dia oposto ao de sua estreia, contra a Suíça – a equipe perdeu por 2 a 1 de virada para os suíços, mas venceu os hondurenhos desta mesma forma e pelo mesmo placar. O que não mudou foi a forma prolífica do atacante Enner Valencia, autor dos três gols da equipe nesta Copa do Mundo.

“Não pensei ainda na artilharia. O mais importante é o grupo conquistar sua classificação. Contra a França será muito difícil. É um futebol muito complexo. E temos que estudá-los para saber como causar danos”, afirmou o artilheiro, após a vitória sobre os hondurenhos.

O técnico Reinaldo Rueda deve manter a mesma escalação que bateu Honduras na última sexta-feira. Ex-técnico hondurenho na Copa de 2010, Rueda espera uma ajudinha de sua ex-equipe na última rodada: “é um jogo que será determinante para a classificação, pontos, diferença de gols. Mas temos que nos concentrar no nosso jogo. Espero que Honduras faça um ótimo jogo e possamos nos beneficiar, desde que saiamos vitoriosos contra a França”, projetou.

AFP
Duelo entre Equador e França marca o encontro dos atacantes Felipe Caicedo e Karim Benzema

Bater os franceses, porém, não será fácil. Depois de superar Honduras com facilidade na rodada inicial por 3 a 0, a França aplicou 5 a 2 na Suíça, com uma grande atuação do trio de ataque formado por Valbuena, Giroud e Benzema. Com 6 pontos e saldo positivo de 6 gols, a equipe só não passa de fase se for goleada pelo Equador e a Suíça golear Honduras, combinação de resultados extremamente improvável.

Ainda assim, nem tudo é tranquilidade na vida do técnico Didier Deschamps. De uma vez só, o comandante francês pode perder seu miolo de zaga titular para a partida no Maracanã. Sakho, com dores na coxa esquerda, deve ser poupado. Já Raphael Varane teve problemas gástricos nesta segunda-feira e também não deve reunir condições de jogo. Koscielny e Mangala devem começar como titulares.

Desconfiada das possibilidades da seleção francesa antes da Copa, especialmente após a lesão que tirou Franck Ribery do torneio, a imprensa do país rasgou elogios aos Bleus após a goleada sobre a Suíça. Didier Deschamps, no entanto, prefere manter os pés no chão, esfriando a euforia que tomou conta da França após as duas belas vitórias no começo deste Mundial.

“Temos um grupo com bons jogadores, nos preparamos bem. Fomos eficazes. Isso é a primeira parte, só vamos completar o trabalho posteriormente. Temos que ver”, ponderou o técnico, que levantou a taça da Copa de 1998 por ter sido o capitão na decisão vencida sobre o Brasil, por 3 a 0, no Stade de France.

FICHA TÉCNICA
EQUADOR X FRANÇA

Local: Estádio Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 25 de junho de 2014, quarta-feira
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Noumandiez Doue (Costa do Marfim)
Assistentes: Songuifolo Yeo (Costa do Marfim) e Jean Claude Birumushahu (Burundi)

EQUADOR: Domínguez; Paredes, Guagua, Erazo e Ayoví; Minda, Noboa, Montero e Antonio Valencia; Caicedo e Enner Valencia
Técnico: Reinaldo Rueda

FRANÇA: Lloris; Debuchy, Mangala, Koscielny e Evra; Cabayé, Sissoko e Matuidi; Valbuena, Giroud e Benzema
Técnico: Didier Deschamps