Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Equador treina em S.Januário e Noboa avisa: "Podemos ganhar da França"

Rio de Janeiro (RJ)

Horas após desembarcar no Rio de Janeiro, o Equador realizou o último treinamento antes do duelo contra a França, válido pela última rodada do Grupo F. A atividade realizada em São Januário foi aberta à imprensa por apenas 20 minutos, mas o técnico Reinaldo Rueda não deve alterar a equipe que superou Honduras.

Na entrevista coletiva que antecedeu a atividade no campo cruz-maltino, Rueda sintetizou que deverá apenas fazer mudanças de estratégia, mas sem envolver novas peças: “Apenas variações táticas serão empregadas. Vou conversar com cada jogador para definir a melhor formação. A França apresenta uma postura diferente dos nossos adversários anteriores (Suíça e Honduras) e por isso precisamos de extremo preparo”, relatou.

Por sua vez, o meia Noboa, que defende o Dínamo de Moscou-RUS, expôs que os tricolores possuem condição de surpreender os bleus: “Se estamos no Mundial, é pela nossa categoria. Aqui, qualquer seleção possui qualidade de vencer seu adversário. A França é uma equipe tradicional e tem muita técnica, por isso será necessário muito foco. É uma final para nós”, sintetizou, em entrevista ao site da Fifa.

Apesar da dificuldade de enfrentar uma equipe invicta, o armador sintetizou que não se importará com o resultado da partida entre Honduras e Suíça, que pode definir o futuro dos tricolores em caso de tropeço: “Não podemos ficar com a antena ligada na outra partida, tão pouco ficar especulando. É muito simples: só dependemos de nós. Se vencermos, estaremos dentro”, finalizou.

Assim, é esperado que La Tri vá a campo no esquema 4-4-2, com Domínguez; Walter Ayoví, Erazo, Guagua e Paredes; Minda, Noboa, Antonio Valencia e Jefferson Montero; Enner Valencia e Caicedo.

Ao passo que Equador e França medem forças nesta quarta-feira, às 17 horas (de Brasília), no Maracanã, Honduras e Suíça se enfrentam na Arena da Amazônia, em Manaus-AM.

AFP
Noboa tenta escapar da marcação do hondurenho Luís Garrido: o confronto em Curitiba teve vitória da Tri por 2 a 1