Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Ex-treinador de Suárez, de Boer diz que uruguaio precisa se tratar

Amsterdã (Holanda)

O ex-zagueiro holandês Frank de Boer, atual treinador do Ajax, acredita que o atacante uruguaio Luis Suárez precisa de ajuda médica para evitar novas mordidas em adversários. De Boer acredita que esta é a única solução para que o jogador não volte a cometer o ato que o tirou da Copa do Mundo.

"Acho que é algo psicológico. Em alguns momentos, quando ele vê que não pode ganhar ou surge uma situação complicada, ele faz isso", afirmou de Boer.

O treinador holandês acredita que o ato de morder oponentes – algo que já ocorreu três vezes na carreira de Suárez – tem origem na infância do uruguaio.

“Deve ser algo que aconteceu nessa época. Há algo profundamente oculto nele. Um jogador não morde três adversários. Acho que ele deve pedir ajuda”, completou.

Pela mordida no italiano Giorgio Chiellini durante a partida entre Uruguai e Itália, Suárez foi suspenso por nove jogos da seleção, recebeu multa de 100 mil francos suíços (cerca de R$ 250 mil) e suspensão de quatro meses de qualquer atividade relacionada ao futebol.

AFP
Frank de Boer é partidário da tese de que Luis Suárez possui um distúrbio psicológico