Futebol/Copa 2014 - ( )

Felipão deixa aberta possibilidade de alterações: "Vou analisar"

Brasília (DF)

Luiz Felipe Scolari não saiu em defesa dos jogadores criticados na vitória por 4 a 1 do Brasil sobre Camarões, como fizera em outras oportunidades. Com Paulinho correndo enorme risco de perder sua vaga para Fernandinho e Hulk também ameaçado, o treinador admitiu a possibilidade de mudanças nas oitavas de final.

“Não sei, não sei ainda. Vou analisar os jogos amanhã, quando tiver com essa adrenalina toda fora do corpo, sem essa emoção. Você vê de uma forma, depois observa o vídeo e pode interpretar de outra forma. Vou ver ainda e analisar o Chile, que é o nosso adversário”, afirmou o gaúcho.

Questionado por suas atuações até aqui, Paulinho é quem corre maior risco de sair da equipe. Fernandinho substituiu o volante no intervalo e teve ótimo desempenho no estádio Mané Garrincha, melhorando a marcação – péssima no primeiro tempo –, participando do gol de Fred e fechando a goleada sobre os africanos.

Gazeta Press
Apesar deste bom carrinho, Paulinho será provavelmente reserva contra o Chile (foto: Célio Messias)
“A entrada do Fernando foi boa, providencial. Além de situações defensivas, houve situações de ataque, com um bom passe. Ele está trabalhando no dia a dia. Quando você coloca um atleta no time, é porque está observando o trabalho e acha que naquele momento é o melhor”, disse Felipão.

“Nem sempre a gente acerta. Hoje, a entrada foi muito boa. Tem uma frase muito importante na vida: a natureza não dá saltos. O que estamos tentando colher vem acontecendo normalmente”, acrescentou o técnico, levando a crer que o camisa 5 conquistou gradativamente seu espaço.

Se a saída de Paulinho é muito provável, a de Hulk também é uma possibilidade concreta. O atacante voltou após uma partida de ausência por dores musculares e, assim como ocorrera na estreia, não teve grande atuação. Foi substituído por Ramires e corre o risco de ser reserva no confronto com os chilenos, no próximo sábado.