Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Felipão recorre até a amuleto e descarta bom resultado com liderança

Helder Júnior, enviado especial Fortaleza (CE)

 O técnico Luiz Felipe Scolari se disse satisfeito com o desempenho do Brasil no empate por 0 a 0 contra o México, em resultado que manteve a seleção anfitriã na liderança do grupo A. No entanto, o treinador não gostou do resultado desta terça-feira, na Arena Castelão.

“Estou satisfeito (com a equipe). Foi um bom jogo de futebol, entre duas equipes que buscaram o gol com qualidade. Um ou outro erro é normal, mas houve muita força física e trabalho de bola. No final, o 0 a 0 nunca é bom resultado, mas diz o que foi este jogo, ou seja, bem disputado”, avaliou.

A partida estava tão acirrada que Felipão até deixou clara sua superstição. Depois de iniciar a partida vestido com uma camisa da comissão técnica, o treinador apareceu no segundo tempo trajando o agasalho. “É praxe. Sempre estou de agasalho e parece que falta alguma coisa, falta um amuleto”.

Wagner Carmo/Gazeta Press
Felipão vestiu o agasalho para o segundo tempo, na esperança de o amuleto ajudá-lo a vencer
Depois do placar desta terça, Brasil e México continuam com quatro pontos, com a vantagem verde e amarela nos critérios de desempate. “Isso não torna um bom resultado, porque a vitória já nos classificaria, mas temos de saber respeitar o adversário, que é muito bom”, declarou o técnico.

Sem contar com Hulk, lesionado, o treinador optou pela entrada de Ramires no primeiro tempo, mas a estratégia não surtiu o efeito esperado e o meio-campista foi substituído por Bernard no intervalo. Depois do segundo jogo na Copa do Mundo, o técnico evitou fazer uma avaliação geral da equipe.

“Se evoluiu ou não, o fato é que vem mantendo mais ou menos o sistema desde 20 jogos atrás. A equipe vem bem, mas enfrentando seleções com boa qualidade”, completou. Na última rodada do grupo A, o Brasil enfrentará Camarões, na segunda-feira, em Brasília.

Tags:

BRASIL