Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Fifa suspende assessor da CBF por agressão em atacante chileno

Rio de Janeiro (RJ)

A Fifa suspendeu o assessor de imprensa da CBF, Rodrigo Paiva, por um jogo. Por esse motivo, o profissional não poderá acompanhar a Seleção Brasileira no confronto contra a Colômbia pelas quartas de final da Copa do Mundo. A entidade máxima do futebol decidiu por essa punição após Paiva ter agredido o atacante Mauricio Pinilla, do Chile.

O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira, em entrevista coletiva realizada no estádio do Maracanã. A Fifa se baseou em um vídeo no qual é possível ver o membro da delegação brasileira socando o atacante chileno no intervalo do duelo de sábado, no qual o Brasil empatou com o Chile no tempo regulamentar e venceu nos pênaltis.

“O Comitê Disciplinar abriu procedimento e está analisando. E isso tem a ver com a expulsão dele durante o jogo Brasil e Chile. Com relação a isso, ele pegou um jogo de automático. Será aplicado na próxima partida da Seleção Brasileira”, declarou a porta-voz da Fifa, Delia Fischer.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Rodrigo Paiva é o atual diretor de comunicação de entidade, mas atua como porta-voz da equipe nacional
Deste modo, a punição poderá aumentar nos próximos dias. Essa foi apenas uma decisão imediata. A Confederação Brasileira de Futebol já foi comunicada da advertência ao profissional de imprensa. Apesar disso, Paiva poderá trabalhar no pré-jogo e também nos treinamentos da Seleção na Granja Comary, em Teresópolis.