Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( )

Figueira sofre com contra-ataques e admite fragilidade em casa

Florianopolis (SC)

O Figueirense permanecerá na lanterna da Série A do Campeonato Brasileiro por mais 45 dias, em razão da pausa para a Copa do Mundo. Neste domingo, o time catarinense foi derrotado por 3 a 1 pelo Atlético-PR e permanece com quatro pontos somados. A equipe não atuou bem, sofrendo com os contra-ataques e com a perda de jogadores logo no primeiro tempo.

"Não dá para entender. Dentro de casa (o aproveitamento) está ruim, muito ruim", declarou lateral-direito Leandro Silva, à Rádio CBN/Diário.

Só nos primeiros 45 minutos, o técnico Guto Ferreira foi obrigado a “queimar” duas substituições por conta de lesão. As dificuldades aumentaram quando o Figueira levou o primeiro gol, no fim do primeiro tempo. Em tempo, os três gols do Atlético-PR aconteceram em períodos críticos do jogo: no final da primeira etapa, no início e no término da segunda etapa.

No duelo das duas defesas mais frágeis da competição, o Furacão levou a melhor muito pelo oportunismo do garoto Douglas Coutinho, que marcou os três gols da equipe atleticana – todos de dentro da área. Com oito pontos conquistados nos últimos quatro jogos e uma campanha crescente, o interino Leandro Ávila tem possibilidade de ser efetivado como treinador.

Apesar dos espaços no setor defensivo, o que expôs o time constantemente aos contra-ataques, o Figueira também teve chances de balançar as redes do Furacão, só não o fez em razão de Weverton, que garantiu o resultado com belas e decisivas defesas.

Divulgação/Figueirense F.C.
Goleiro Weverton foi decisivo para evitar outros gols do Figueira e garantir o placar. (Foto Luiz Henrique)

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade