Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Flamengo negocia contratação de Eduardo da Silva

Gazeta Press Rio de Janeiro (SP)

O retorno do presidente Eduardo Bandeira de Mello ao Brasil, após um período de férias na Europa, foi o pontapé inicial para que o Flamengo saia ao mercado em busca dos reforços tão pretendidos pelos torcedores. E uma das principais novidades é o atacante brasileiro naturalizado croata, Eduardo da Silva. O jogador vem sendo monitorado pelo clube e foi flagrado na noite de quinta-feira, poucas horas depois da Croácia perder de 3 a 1 para a Seleção Brasileira na estreia na Copa do Mundo, reunido com o diretor executivo do departamento de futebol do Rubro-Negro, Felipe Ximenes.

Eduardo da Silva está na Europa desde 1999, quando foi defender o Dínamo de Zagreb, na Croácia. Suas boas atuações o levaram a receber uma proposta da Federação Croata de Futebol para se naturalizar e defender a seleção local. Foi a senha para que nunca mais retornasse ao Brasil. Com 31 anos, o atleta que chegou a defender o time inglês Arsenal por três temporadas, foi liberado pelo Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, e encontra-se sem clube.

AFP
Brasileiro naturalizado croata, o atacante Eduardo da Silva negocia com Flamengo

Eduardo Bandeira de Mello foi informado na Europa sobre a situação de Eduardo da Silva e passou a ver uma possível ida para o Flamengo como algo bom para os dois lados. Isso porque o jogador é carioca e tem parentes no Rio de Janeiro, onde inclusive surgiu para o futebol defendendo o modesto Césres, do bairro de Bangu, Zona Oeste da capital carioca.

A chegada de Eduardo da Silva, além de dar mais qualidade ao setor ofensivo, pode suprir a ausência de Hernane, que está sendo negociado com o futebol asiático e deverá deixar a Gávea nos próximos dias.

Porém, apesar de as negociações terem começado, qualquer anúncio oficial ou declarações das duas partes sobre o tema só deverão acontecer tão logo termine a participação dos croatas na Copa do Mundo. Depois de perder para a Seleção Brasileira, os croatas irão duelar com Camarões e com o México em busca de uma das vagas do Grupo A nas oitavas de final.

A chegada de reforços é vista como uma prioridade pelo elenco do Flamengo. Isso porque o time vem passando por um momento muito ruim dentro de campo, que figura dentro da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, na penúltima posição, à frente apenas do Figueirense. Além disso, o péssimo desempenho na derrota por 3 a 0 contra o Cruzeiro, no último jogo antes do recesso para a Copa, irritou Felipe Ximenes, que foi flagrado no vestiário dando uma forte bronca nos jogadores. O dirigente, inclusive, conta com o aval de Bandeira de Mello para promover dispensas. Alguns medalhões do atual grupo, como o lateral esquerdo André Santos e o meia Elano estão com a permanência no clube ameaçada por conta do fraco desempenho dentro das quatro linhas. O mesmo se aplica ao goleiro Felipe, que perdeu a condição de titular depois de ter faltado a um treinamento antes do empate sem gols com o Santos, em São Paulo. O fato irritou o técnico Ney Franco, que decidiu barrar Felipe.

A ideia da diretoria do Flamengo de anunciar alguma contratação antes de segunda-feira, quando o elenco vai se reapresentar, dificilmente vai acontecer. Na própria segunda os jogadores seguem para um período de treinos de uma semana em Atibaia (SP). Um dos motivos para essa viagem será tirar o plantel do Rio de Janeiro, onde a torcida vem promovendo uma série de protestos contra o mau desempenho da equipe.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade