Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Fluminense ainda não libera atacante Michael

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

O atacante Michael está sendo procurado por alguns clubes interessados em contar com o jogador no Campeonato Brasileiro. A diretoria do Fluminense, porém, não parece ter pressa para definir o futuro do atleta, que hoje é considerado reserva pelo técnico Cristóvão Borges. A ideia dos dirigentes tricolores realmente é emprestar o atleta, de apenas 20 anos, para que ele possa ganhar experiência e respirar novos ares. Porém, com o processo de redução do elenco e o risco da perda de jogadores, o Fluminense será cauteloso.

Michael recebeu uma proposta oficial do Criciúma e outros clubes da Série A fizeram sondagens ao seu empresário, Gerson Oldenburg, o Gauchinho. Mesmo sem querer confirmar os nomes dos clubes que desejam o jogador, ele admitiu as propostas.

“A decisão sobre o futuro do Michael fica a cargo da diretoria. Se ela quiser que ele fique, ele vai ficar e disputar posição, quando entrar tentará dar seu melhor. Se aparecer algo que o Fluminense entenda ser interessante, vamos sentar e conversar. Logicamente que existe o interesse de outros clubes da Série A em levar o Michael. Hoje existe uma procura muito grande por atacantes no mercado”, disse Gauchinho em entrevista à Rádio Brasil, do Rio de Janeiro.

Michael, apesar do pouco tempo de Fluminense, já é considerado polêmico. Teve que enfrentar uma suspensão devido a suposto uso de drogas e no Campeonato Brasileiro deste ano, após entrar em campo na derrota de 2 a 0 para o Atlético-MG, acabou ficando poucos minutos na partida ao ser expulso por agredir um rival. O fato inclusive rendeu uma conversa com Cristóvão Borges.

Photocamera
O Fluminense ainda não resolveu a situação de Michael (Foto: Fernando Cazaes)

Justamente por situações como essa que a diretoria do Fluminense vê com bons olhos o empréstimo do jogador. Porém, Cristóvão Borges só quer liberá-lo com algumas certezas, dentre as quais se Fred vai retornar ao clube assim que acabar a sua participação na Copa do Mundo defendendo a Seleção Brasileira. O jogador recebeu sondagens de clubes italianos antes do Mundial, como Internazionale e Roma, porém o seu desempenho no torneio será determinante para o sucesso das negociações. Após ser criticado na vitória de 3 a 1 sobre a Croácia e no empate sem gols com o México por ter passado em branco, o artilheiro balançou as redes na goleada de 4 a 1 sobre Camarões.

O Fluminense, inclusive, vem reduzindo seu elenco e tem liberado atacantes. Marcos Júnior foi cedido por empréstimo ao Vitória, enquanto o argentino Martinuccio está sendo cedido ao Coritiba. Sem Fred, o elenco ficaria apenas com Rafael Sobis e Walter, considerados titulares, e Biro Biro, Kenedy e Matheus Carvalho, todos oriundos das categorias de base.

O Fluminense aguarda ainda pelo atacante Wellington Nem, que tem os direitos federativos ligados ao Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. O Tricolor espera uma resposta dos dirigentes ucranianos sobre a possibilidade de um empréstimo até o fim do ano.

Dentro de campo, o elenco segue treinando em Macaé, região norte fluminense, até o fim de semana. No domingo, o plantel retorna ao Rio de Janeiro para dar sequência à preparação para o Campeonato Brasileiro e para a Copa do Brasil. O Tricolor carioca volta a jogar pelo Brasileirão no dia 16 de julho, diante do Criciúma, em Santa Catarina.