Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Fluminense deve definir programação nesta quarta-feira

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

O elenco do Fluminense voltará aos trabalhos na próxima segunda-feira, dia 23 de junho. Porém, ainda não existe nenhuma definição de onde serão os treinamentos. Os dirigentes estão mantendo contatos com o técnico Cristóvão Borges e demais membros da comissão técnica com o objetivo de definir a programação. O treinador já manifestou o desejo de um período de atividades longe do Rio de Janeiro, para poder, assim, ditar o ritmo da preparação física e fazer o Tricolor entrar embalado no segundo semestre.

O Fluminense tinha recebido um convite dos Estados Unidos para a realização de um período de treinos, assim como um amistoso com equipes locais, como aconteceu no ano passado, quando o Campeonato Brasileiro foi interrompido para a disputa da Copa das Confederações. O time inclusive chegou a enfrentar o Orlando em um amistoso. Porém, o desgaste da viagem acabou se refletindo ao longo do segundo semestre, com o time sofrendo no aspecto físico, sendo eliminado na Copa do Brasil e rebaixado no Brasileirão, o que só conseguiu inverter no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) graças ao fato de a Portuguesa ter escalado o meia Héverton de maneira irregular na última rodada da competição.

Diante desta situação, o Fluminense estuda um período de treinos em algumas cidades do interior do Rio de Janeiro ou da Região dos Lagos. Algumas opções como Pinheiral (RJ) e Atibaia (SP), destinos comuns de clubes do Rio de Janeiro, já se encontram ocupados à disposição de rivais. A comissão técnica aposta nesses dias de treinos para que a equipe tenha um grande segundo semestre.

“Esse período de preparação é sempre muito importante, porque junta mais ainda o grupo, os jogadores que chegaram ou que estão sendo promovidos acabam se integrando ainda mais com os demais e todos trabalham melhor. Acredito que a preparação boa dos clubes neste momento de Copa do Mundo pode acabar fazendo toda a diferença lá na frente, quando o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil começarão a ser definidas”, explicou Cristóvão.

Fora de campo, a diretoria segue trabalhando na contratação de reforços e na renovação de contrato dos jogadores que têm vínculo com o clube até dezembro e que, portanto, a partir de 1 de julho ficam livres para assinar pré-contrato com outro clube. Se encontram nesta situação peças importantes do atual plantel, como o goleiro Diego Cavalieri, o zagueiro Gum e o lateral esquerdo Carlinhos, nomes que já estão em negociação com o departamento de futebol e que podem renovar a qualquer momento. Já outros nesta situação estão sendo melhor avaliados por Cristóvão Borges. Casos, por exemplo, do goleiro Klever, promovido das categorias de base, e do volante Diguinho. O colombiano Valencia dificilmente será procurado, uma vez que tem passado a maior parte do tempo no departamento médico, situação inclusive que provocou seu corte da seleção da Colômbia perto do começo do Mundial. O volante Fábio Braga será liberado para acertar com outro clube e já recebeu algumas sondagens de times que estão disputando a Série B do Campeonato Brasileiro.

Sobre reforços, o clube anunciou até este momento o zagueiro Henrique, que estava no Bodeaux, da França, e o meia Cícero, que já passou pelas Laranjeiras e vinha defendendo as cores do Santos. O Fluminense ainda espera um atacante, que pode ser Wellington Nem, atualmente no futebol ucraniano e que foi revelado nas categorias de base do Tricolor.