Futebol/Amistoso Internacional - ( - Atualizado )

Fluminense não se abate com derrota para a Itália

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

A derrota de 5 a 3 para a Itália em amistoso disputado no domingo, em Volta Redonda (RJ), não deve ser levada em consideração para medir onde o Fluminense pode chegar nesta temporada. Pelo menos essa é a opinião dos jogadores, que apontaram diversos fatores para o tropeço contra a Azzurra. Porém, a unanimidade entre os atletas aparece quando eles demonstram total otimismo em relação ao futuro. Na visão dos tricolores, o que aconteceu no Estádio Raulino de Oliveira não terá impacto na sequência da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro.

“Acho que o que aconteceu contra a Itália foi uma circunstância da partida, pois o Fluminense ficou mais exposto porque precisava buscar o resultado positivo. Isso acabou sendo fatal para que a nossa equipe levasse os gols nos contra-ataques. Mas não vejo motivo para desespero, pois isso não muda em nada a confiança que temos para a sequência da temporada. O Fluminense tem qualidade para brigar pelos títulos que vai disputar neste ano e com certeza vamos ter um bom desempenho no segundo semestre”, afirmou o zagueiro Gum.

O volante Jean concordou com o companheiro e lembrou que a partida foi disputada em caráter amistoso. “No meu entender, não podemos considerar a derrota contra a Itália. Primeiro foi um amistoso e é importante que isso seja lembrado, pois aconteceram muitas trocas de jogadores e a partida foi disputada em um ritmo festivo. Não estou dizendo que não buscamos a vitória, pois fizemos isso o tempo todo, mas não é o resultado de uma partida que pode dizer se o trabalho está certo ou errado. Até porque é preciso lembrar que o Fluminense vem avançando na Copa do Brasil e atualmente ocupa a segunda colocação do Campeonato Brasileiro, conhecido pelo seu alto grau de disputa”, analisou o volante.

Ricardo Ayres/Photocamera
Carlinhos, autor de um dos gols do Fluminense, acha que a qualidade da Azzurra tem de ser levada em conta

Na visão do lateral esquerdo Carlinhos, a qualidade da Itália deve ser levada em consideração. “Não enfrentamos qualquer adversário e sim um time de ponta, em condições de nos criar dificuldades. A Itália vai disputar uma Copa do Mundo e conta com atletas que jogam nos principais clubes do futebol europeu. O Fluminense acabou sofrendo gols em sequência no segundo tempo e aqueles minutos acabaram definindo o resultado da partida. Mas estamos cientes de que temos potencial para fazermos um grande trabalho nesta temporada, tanto no Campeonato Brasileiro, como na Copa do Brasil”, afirmou Carlinhos.

Além dos fatores citados pelos jogadores, o Fluminense também jogou desfalcado de importantes peças. O goleiro Diego Cavalieri e o meia Wágner não atuaram devido a problemas médicos, o artilheiro Fred está servindo à Seleção Brasileira, enquanto que o atacante Rafael Sobis foi liberado para acompanhar ao funeral do ex-jogador Fernandão, que morreu na madrugada de sábado vítima de um acidente de helicóptero. Os dois atuaram juntos no Internacional.

Após a partida contra a Itália, os jogadores entraram em período de férias e a reapresentação está marcada para o dia 23 de junho, quando começa a preparação para a sequência do Brasileirão.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade