Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( )

Furacão afunda o Figueirense e chega a três pontos do G-4

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes Curitiba (PR)

O Atlético Paranaense fechou a primeira perna do Campeonato Brasileiro 2014 com moral ao bater o Figueirense por 3 a 1, em pleno Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, mostrando mais uma vez força sob comando do interino Leandro Ávila. Com 13 pontos ganhos, o Rubro-Negro chegou à 11ª colocação, três pontos atrás do G-4. O Figueira amarga a lanterna.

O Furacão abriu o placar já nos acréscimos da primeira etapa, com Douglas Coutinho, que aproveitou cruzamento de Sueliton para desviar e balançar as redes. Depois do intervalo, aos sete minutos, Douglas Coutinho aproveitou passe açucarado de Nathan e marcou o segundo. Aos 28 minutos, Everaldo descontou. Grande nome da noite, Douglas Coutinho, aos 47 minutos, fechou a contagem. .

Na próxima rodada, depois da Copa, o Figueirense encara o Coritiba, no dia 16 de julho, no Estádio Couto Periara em Curitiba. Já o Atlético Paranaense terá pela frente o Flamengo, no mesmo dia, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. .

O jogo – O Furacão mostrou suas garras logo aos 30 segundos, com Marcos Guilherme, que recebeu na entrada da área e arrematou pela linha de fundo, com perigo. Aos dois minutos, foi a vez de Ederson, que abriu espaço e soltou o pé, para fora. O troco veio aos 10 minutos, em contra-ataque rápido, com Ricardo Bueno levantamento na medida para Everaldo testar e parar nos pés de Weverton .

. Lesionado, Giovanni Augusto precisou ser substituído já aos 13 minutos, com a entrada de Vitor Júnior. Depois de uma pequena superioridade do Rubro-Negro nos primeiros minutos, o Figueira equilibrou as ações, embora com dificuldade de criar oportunidades reias de gol. Aos 26 minutos, Everaldo passou pela marcação como quis e bateu fraco. .

Atlético no ataque e, aos 29 minutos, Natanael cobrou falta fechada, dando trabalho para Thiago Volpi afastar. Na reposta, aos 35 minutos, Dudu cobrou falta, Everaldo desviou e a bola carimbou a trave antes de voltar para as ações de Weverton. Os 45 minutos iniciais pareciam fadados a não saírem do zero quando, já nos acréscimos, Sueliton levantou e Douglas Coutinho completou para as redes, abrindo o placar. .

Para a segunda etapa, o Rubro-Negro voltou com Nathan no lugar de Bady. A primeira chance foi criada pelo Figueirense, aos quatro minutos, co Marco Antônio, que parou em grande intervenção de Wéverton. Porém, aos sete minutos, o contra-ataque do Furacão foi falta. Nathan fez a jogada e tocou para Douglas Coutinho fuzilar, desequilibrado, e marcar o segundo gol. .

O ritmo da partida despencou, com os catarinenses sem força para reagir e o Atlético bem postado, esperando pelos contra-ataques. Aos 22 minutos, Vítor Júnior fez o cruzamento e Thiago Heleno se enrolou com a bola. Aos 28 minutos, Everaldo recebeu bom lançamento de França e descontou para o Figueira. Jonathan, com um chute no ângulo, assustou, aos 33 minutos. A torcida alvinegra oscilava entre mostrar irritação e apoio, mas não foi suficiente para fazer o time buscar o empate. Para piorar, aos 47 minutos, Douglas Coutinho fechou a contagem. 

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade