Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Gregos e japoneses fazem duelo de vida ou morte na Arena das Dunas

Natal (RN)

Japão e Grécia farão duelo de vida ou morte na Arena das Dunas, em Natal, nesta quinta-feira, às 19 horas, em jogo válido pela segunda rodada do Grupo C da Copa do Mundo. O confronto pode ser considerado uma decisão, já que as duas seleções foram derrotadas em suas estreias. Perder neste confronto significa a eliminação precoce e jogar a última partida da primeira fase apenas para cumprir tabela.

Os asiáticos, que não somam nenhum ponto, vêm de um revés para a Costa do Marfim, no último sábado, por 2 a 1, em jogo que foi marcado pela virada africana em menos de três minutos. Para não acontecerem os mesmos erros da primeira partida, o atacante Shinji Okazaki dá a receita.

“Nós apenas reagimos ao que eles fizeram, quando somos nós que devemos tomar a iniciativa, manter a calma, ficar com a bola nos pés e ditar o ritmo da partida”, disse o camisa nove, que forma o ataque com Kagawa e Osako.

Terceiro colocado da chave, uma vez que tem o saldo de gols melhor que o dos gregos (-1 contra -3), o Japão vai confiante para o confronto com os helênicos. Pelo menos é o que indicam as palavras do volante veterano Endo.

“Ainda podemos nos classificar e até ficar em primeiro no grupo, então vamos dar o máximo e mostrar contra a Grécia o que o futebol japonês realmente tem a oferecer”, comentou o camisa sete da seleção nipônica.

AFP
O meia Honda fez o gol japonês na derrota para a Costa do Marfim, po 2 a 1, e é a maior esperança da seleção asiática para triunfar sobre os gregos

Já pelo lado grego, a situação é ainda mais complicada. Isso porque, com a goleada sofrida pela Colômbia (3 a 0) na primeira rodada, os helênicos são os lanternas da chave e têm a obrigação de vencer, de preferência com boa margem de gols, se quiserem manter vivas as chances de classificação às oitavas de final. Fato que seria inédito para o time europeu.

O atacante Dimitris Salpingidis, autor do primeiro gol grego em uma Copa (na vitória sobre a Nigéria, por 2 a 1, em 2010), mantém o otimismo e diz que os helênicos devem aproveitar as chances que aparecerem na partida: “Temos potencial para vencer. Mas tem que ser mais preciso nas finalizações. Contra a Colômbia, criamos situações de gol e não aproveitamos. Mas temos certeza de que faremos melhor”.

Salpingidis não se contenta em ter marcado o primeiro tento da Grécia em um Mundial e tem planos maiores para os helênicos: “Nunca passamos de fase e é hora de escrevermos uma outra história. Quero contribuir com isso marcando gols ou ajudando meus companheiros de grupo”.

A Colômbia lidera o Grupo C, com três pontos e é seguida pela Costa do Marfim, que tem a mesma pontuação, mas perde no saldo de gols (3 contra 1). Quem vencer entre Japão e Grécia volta a brigar por uma faz vagas às oitavas.

AFP
O meia-atacante Dimitris Salpingidis marcou o primeiro gol grego em Copas, no Mundial de 2010, e agora quer a classificação às oitavas para os helênicos

FICHA TÉCNICA
JAPÃO X GRÉCIA

Local: Arena das Dunas , em Natal (RN)
Data: 19 de junho de 2014, quinta-feira
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Joel Aguilar (SLV)
Assistentes: William Torres (SLV) e Juan Zumba (SLV)

Japão: Kawashima; Uchida, Yoshida, Morishige e Nagatomo; Yamaguchi e Hasebe; Okazaki, Honda e Kagawa; Osako
Técnico: Alberto Zaccheroni (ITA)

Grécia: Karnezis; Maniatis, Manolas, Kone e Torosidis; Katsouranis, Papastathopoulos, Cholevas e Salpingidis; Mitroglou e Samaras
Técnico: Fernando Santos (POR)