Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Grondona chama Maradona de "pé-frio" e ele responde: “Pobre estúpido"

Belo Horizonte (MG)

A Argentina sofreu para vencer o Irã na tarde de sábado. No estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, os argentinos levaram até pressão dos adversários e o gol da vitória acabou saindo aos 45 minutos do segundo tempo. Diego Armando Maradona estava acompanhando o confronto, mas foi embora antes da meta de Lionel Messi. Por esse motivo, o ex-jogador foi chamado de pé-frio pelo presidente da Federação Argentina, Julio Grondona, e fez questão de responder.

Assim que Maradona saiu do estádio em Minas Gerais, o mandatário da entidade argentina gritou das arquibancadas: “Foi-se embora o profeta da desgraça. Agora vamos ganhar”, pouco antes de Messi fazer o golaço.

Mesmo depois que o árbitro apitado o fim do jogo, Grondona voltou a alfinetar Maradona. “Quando o pé-frio foi embora, ganhámos o jogo”, disse o presidente.

Reprodução
Para se defender das ofensas de Grondona, Maradona fez um gesto obsceno
O ídolo argentino teve a oportunidade de responder em um programa de televisão da Venezuela. Maradona não gostou da atitude do mandatário e ainda fez um gesto obsceno ao mostrar o dedo do meio para as câmeras. “Disseram que foi golo da Argentina porque eu fui embora. Pobre estúpido. O gol é mérito de Messi, não porque sai”, destacou.

Por fim, o ex-jogador provocou o presidente da Federação Argentina. “A Grondona tenho a dizer o seguinte: o que consegui, foi através do trabalho, o que ele tem comprou com a FIFA. E fico por aqui”, finalizou.