Futebol/Copa do Mundo 2014 - ( - Atualizado )

Inglaterra e Itália duelam tentando superar condições adversas da “selva”

Manaus (AM)

Temida desde o dia 6 de dezembro de 2014, quando o sorteio da Copa do Mundo definiu os grupos e os locais de todas as partidas, a estreia de Inglaterra e Itália no Mundial acontece neste sábado. Na Arena da Amazônia, localizada na quente e úmida Manaus, os europeus duelam, às 19 horas (de Brasília), pela primeira rodada do Grupo D.

Como não bastasse o temor de ambos os lados por enfrentar um adversário tradicional logo na estreia, as condições meteorológicas da capital do Amazonas ocuparam lugar de destaque no noticiário dos dois países.

“Vamos jogar no meio da selva. Isso é algo diferente para todos nós. Mas vamos lidar com tudo o que vier”, exagerou o goleiro Joe Hart, que será o responsável por proteger a meta da Inglaterra neste sábado.

Além das altas temperaturas, as condições físicas da Arena da Amazônia também viraram motivo de preocupação. O gramado, que teria sido prejudicado por um fungo, apresentou algumas falhas nos últimos dias. Enquanto a imprensa inglesa chamou atenção para o problema, a Fifa fez questão de dizer que o campo terá condições perfeitas no momento do jogo.

Montagem sobre foto AFP
Mario Balotelli e Wayne Rooney são as principais esperanças de gol de Itália e Inglaterra, respectivamente
No grupo considerado o mais difícil da competição (que ainda conta com Uruguai e Costa Rica), os ingleses pretendem superar as adversidades para vencer uma partida considerada crucial.

“O primeiro jogo é sempre importante, precisamos de um bom resultado. O grupo é difícil, mas com o elenco que temos, acredito que nos sairemos bem”, afirmou o meia Milner, que deve começar a partida no banco de reservas.

No lado oponente, o discurso é o mesmo. Preocupado principalmente com as jogadas aéreas dos ingleses, o zagueiro Andrea Barzagli vê a estreia como um jogo-chave.

“Não podemos nos esquecer que esta partida pode ser determinante em termos de grupo. O clima pode prejudicar os dois lados, mas não acredito que algum dos times se contentará com um empate”, disse o defensor.

Montagem sobre foto AFP
Roy Hodson e Cesare Prandelli priorizaram os treinos em altas temperaturas durante a preparação
Na Itália já é certo que o técnico Cesare Prandelli não poderá contar com o lateral esquerdo De Sciglio, que sofreu lesão muscular na coxa esquerda durante o treino da última quinta-feira. Em seu lugar, deve entrar o zagueiro Barzagli, que forçará o deslocamento de Chiellini para a lateral-esquerda. Já o goleiro Buffon, após torcer o tornozelo, será substituído por Sirigu.

Pelo lado da Inglaterra, o técnico Roy Hodgson ainda não sabe se terá à sua disposição o atacante Welbeck, que ainda sofre com as dores na coxa direita. Caso o jogador do Manchester United não possa atuar, o mais provável é que Sterling ganhe uma oportunidade.

FICHA TÉCNICA
INGLATERRA X ITÁLIA

Local: Arena Amazônia, em Manaus (AM)
Data: 14 de junho de 2014, sábado
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Bjorn Kuipers (Holanda)
Assistentes: Sander Van Roekel (Holanda) e Erwin Zeinstra (Holanda)

INGLATERRA: Hart, Johnson, Cahill, Jaguelka e Baines; Henderson, Gerrard e Sterling; Rooney, Sturridge e Welbeck
Técnico: Roy Hodgson

ITÁLIA: Sirigu, Darmian, Barzagli, Paletta e Chiellini; De Rossi, Pirlo, Verratti, Marchisio e Candreva; Balotelli
Técnico: Cesare Prandelli

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade