Copa do Mundo 2014/ Alemanha - ( - Atualizado )

Joachim Löw quer Alemanha diferente e prevê tensão contra Argélia

Recife (PE)

Mesmo com toda a diferença de tradição e técnica entre alemães e argelinos no futebol, o técnico da seleção bávara Joachim Löw disse que seus comandados precisam ter uma postura diferente daquela vista no empate por 2 a 2, com Gana, e na vitória apertada frente os Estados Unidos, por 1 a 0. O comandante alemão ainda prevê tensão no duelo diante dos africanos.

Para o ex-assistente técnico de Jürgen Klinsmann, se quiser passar às quartas de final da Copa do Mundo, a Alemanha não pode falhar como nos dois jogos anteriores, uma vez que tropeçando contra a Argélia, os alemães voltarão para a casa: “A partir de agora, é tudo ou nada. Ou vencemos, ou vamos pra casa. É claro que a atitude precisa ser diferente. É uma fase de mais dinâmica, de mais tensão”, disse em entrevista após a vitória sobre os americanos, na última quinta-feira.

No confronto contra Gana, pela segunda rodada do Grupo G, a Alemanha abriu 1 a 0, tomou a virada e empatou faltando 15 minutos para o fim da partida. Contra os americanos, os bávaros venciam pela diferença mínima e só não levaram o empate, porque Lahm salvou em boa jogada dos norte-americanos, nos acréscimos do embate.

A seleção tricampeã mundial se classificou em primeira da sua chave, com sete pontos ganhos e com cinco tentos de saldo. Tem em seu atacante Müller a maior esperança de gols na competição. O avante do Bayern de Munique já marcou quatro vezes e é artilheiro da Copa, ao lado de Messi e Neymar.

Alemães e argelinos disputam uma vaga nas quartas na próxima segunda-feira, às 17 horas, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

AFP
O técnico alemão Joachim Löw quer uma postura diferente do time alemão frente à Argélia