Futebol/Brasileiro da Série B - ( - Atualizado )

Jogadores do Vasco dedicam vitória em Varginha a Adilson Batista

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Depois de quebrar de uma sequência de quatro partidas sem vitórias no Campeonato Brasileiro da Série B, o elenco do Vasco comemorou muito no gramado do Estádio Dilzon Melo, em Varginha. Titulares e reservas fizeram questão de abraçar o técnico Adilson Batista, ameaçado de demissão por causa da má campanha da equipe cruz-maltina na competição.

O meia Pedro Ken fez questão de exaltar o trabalho do treinador e dizer que ele não tem culpa das más atuações da equipe.

"O Adilson faz um trabalho muito bom. E não pode ser apontado como o único responsável pelas nossas atuações, que não têm sido o que todos esperavam. Por isso, fizemos questão de abraçá-lo", disse o jogador ao canal Sportv.

O zagueiro Rodrigo endossou o discurso de Pedro Ken e seguiu defendendo o trabalho desenvolvido por Adilson Batista, em São Januário. Para o zagueiro, é preciso levar em conta que o Vasco está cumprindo punição, o que impede o clube, por exemplo, de atuar em casa com apoio da torcida.

"Colocam a culpa no Adilson, mas esquecem que o Vasco perdeu vários mandos de campo, os desfalques por lesões e o fato de a nossa torcida não poder entrar no estádio. Tudo isso tem que ser levado em conta para fazer os julgamentos."

Rodrigo ainda acha que, quando o time voltar a jogar em condições normais, após a paralisação provocada pela Copa do Mundo, o Vasco vai mostrar seu verdadeiro futebol e entrar na briga pelo acesso à série A.

Os jogadores terão 12 dias de folga e só retornam no dia 16. De acordo com a programação estabelecida, a equipe viajará para treinos em Atibaia-SP e Pinheiral-RJ. O próximo jogo pela Série B vai acontecer no dia 15 de julho, contra o Santa Cruz.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade