Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Jogadores veem atuação digna da campanha da Copa das Confederações

Helder Júnior, enviado especial Brasília (DF)

Os jogadores da Seleção Brasileira estavam incomodados com as comparações entre a campanha que faziam na Copa do Mundo com aquela vitoriosa da Copa das Confederações do ano passado. Alguns chegaram a dizer que era um equívoco relacionar os dois torneios, de níveis diferentes. Após a goleada por 4 a 1 sobre Camarões, no entanto, muitos fizeram questão de lembrar as atuações de 2013.

“A gente reencontrou o espírito da Copa das Confederações. Isso ficou nítido para os torcedores e para nós mesmos. Antes do jogo, combinamos que deveria ser assim”, comentou o goleiro Júlio César, logo após a partida desta segunda-feira, no Mané Garrincha. “Foi uma atuação excelente para trazer confiança para o grupo”, continuou.

Até quem não foi tão bem contra Camarões estava satisfeito. O volante Paulinho, que foi substituído por Fernandinho no intervalo e corre o risco de sair do time titular definitivamente, ressaltou: “Jogamos bem. Não sei se já alcançamos aquele mesmo nível da Copa das Confederações, mas estamos próximos disso”.

AFP
Para Júlio César, "ficou nítido" que o Brasil se encontrou na goleada sobre Camarões
O lateral direito Daniel Alves era um dos atletas que não aceitavam lembranças à Copa das Confederações. E ele manteve o discurso de que a Seleção Brasileira evolui naturalmente ao longo da Copa do Mundo. “O Brasil vem em uma crescente desde o primeiro jogo. Agora, conseguimos dar o passo esperado, chegando à fase eliminatória com a confiança em seu devido lugar”, falou.

Para o meia Oscar, a Seleção Brasileira está pronta para enfrentar o Chile no sábado, no Mineirão, pelas oitavas de final. “Com certeza, fizemos o nosso melhor jogo na primeira fase, marcando e atacando muito bem. Estamos confiantes para disputar mais um jogo duro com o Chile”, afirmou.