Futebol/Copa do Mundo 2014 - ( - Atualizado )

Justiça ordena pausa em jogos com temperatura a partir dos 32º C

Brasília (DF)

A Justiça do Trabalho do Distrito Federal determinou, nesta sexta-feira, que todos os jogos da Copa do Mundo em que a temperatura for igual ou superior a 32º C devem ser paralisados pela arbitragem aos 30 minutos de cada tempo, para que os jogadores se reidratem. A Fifa pode ser multada em R$ 200 mil por partida caso descumpra a determinação.

O juiz Rogério Neiva Pinheiro, da 1ª Vara do Trabalho do DF, tomou a decisão em caráter liminar, atendendo pedido feito pelo Ministério Público do Trabalho. A Fifa pode recorrer da decisão.

A decisão, segundo o MP, baseia-se no artigo sétimo da Constituição - que trata da redução dos riscos inerentes ao trabalho – e na Norma Regulamentadora número 15, do Ministério do Trabalho e Emprego, que visa a proteção dos trabalhadores contra a exposição a agentes insalubres, como o calor.

A questão ganhou força com a seleção italiana, que, depois de sofrer com o calor de Manaus na estreia da Copa, contra a Inglaterra, solicitou oficialmente à Fifa que os jogos disputados com altas temperaturas fossem paralisados pelo árbitro.