Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Keshi fica insatisfeito com arbitragem, mas releva: “São seres humanos"

Brasília (DF)

A Nigéria foi eliminada da Copa do Mundo nesta segunda-feira após perder para a França por 2 a 0 no Estádio Mané Garrincha. Apesar disso, os africanos foram bem em campo e até tiveram um gol impedido. Além disso, puderam ficar com um jogador a mais quando Matuidi deu uma solada no tornozelo de Onazi e apenas recebeu cartão amarelo.

“Aconteceu, a França ganhou. Não se se ele (Musa) estava em impedimento. Não posso decidir se estava em na posição ilegal ou não, estava longe da área. Uma coisa que nos custou muito”, declarou o técnico da França, Stephen Keshi, que, apesar de considerado a arbitragem ruim, relevou os possíveis erros.

“Não podemos considerar as coisas que não aconteceram. O árbitro é um ser humano e eles podem cometer erros, é comum. Mesmo assim, ele pode decidir qualquer coisa no jogo. E eu considerei que a arbitragem foi ruim”, acrescentou.

AFP
O técnico Stephen Keshi lamentou a derrota e exaltou a atuação de seu elenco
Os nigerianos jogaram de igual para igual com a França, o que deixou o treinador muito satisfeito. Até por esse motivo, segundo ele, a eliminação acaba sendo ainda mais triste. “Qualquer perda no futebol é penosa, até em amistoso é doloroso. Quando você vê sua equipe jogar um bom futebol e, de repente, sair com o resultado negativo, é triste. Futebol pode acontecer qualquer coisa”, finalizou.