Futebol/Copa do Mundo 2014 - ( - Atualizado )

Kovac diz que não se intimidou por "algumas boas defesas" de Ochoa

Mata de São João (BA)

Eleito o melhor jogador em campo pela Fifa na partida entre Brasil e México, o goleiro Guillermo Ochoa foi persistentemente apontado como grande responsável pelo placar de 0 a 0 contra os anfitriões da Copa. Mesmo reconhecendo a boa fase que vive o arqueiro mexicano, o técnico da Croácia, Niko Kovac, disse que não teme Ochoa.

“Vimos a atuação brilhante dele (Ochoa) contra o Brasil, mas não nos intimidamos por algumas boas defesas. Nós também somos perigosos, e o México sabe disso. Nossos atacantes estão em ótima forma e todos (os titulares: Marndzukic, Perisic e Olic) já marcaram”, disse o treinador.

Mais respeitoso, o meia Ivan Rakitic espera que o goleiro do México tenha esgotado sua cota de brilhantismo no jogo contra o Brasil.

AFP
O técnico Niko Kovac ficou conhecido pelas declarações polêmicas nesta Copa do Mundo
“Quando um goleiro tem um dia inspirado, perfeito, é muito difícil marcar. Espero que ele já tenha feito o jogo perfeito, que este dia perfeito tenha se esgotado contra o Brasil e que, contra nós, ele não repita a mesma atuação”, disse o jogador, recém-contratado pelo Barcelona.

O jogo entre Croácia e México, que será disputado às 17 horas (de Brasília) desta segunda-feira, na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, valerá a classificação para as oitavas de final. Com quatro pontos, o México tem a vantagem de jogar pelo empate para garantir uma das vagas. A Croácia, que tem três, precisa vencer para não depender do resultado da partida entre Brasil e Camarões, que também compõem o Grupo A.