Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Mancini quer pelo menos quatro reforços para sequência do Botafogo

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

O técnico do Botafogo, Vagner Mancini, pretende ver a chegada de quatro ou cinco reforços, de preferência de peso, durante a paralisação do Campeonato Brasileiro para a disputa da Copa do Mundo.

O treinador tem conversando com os dirigentes sobre as carências do elenco, que passou as primeiras nove rodadas lutando para se distanciar da zona de rebaixamento. Atualmente o Glorioso tem nove pontos, apenas dois a mais que o Coritiba, primeira equipe dentro da zona de rebaixamento.

Em entrevista à Rádio Tupi, o treinador reconheceu que espera pela chegada desse número de reforços.“Se você contrata quatro ou cinco reforços de peso não tem mais problema nenhum. Você acaba, pela falta de recursos de investir nos grandes nomes, buscando a quantidade e não qualidade para tentar suprir essa necessidade“, disse Mancini.

O treinador tem consciência das dificuldades financeiras encontradas pelo Botafogo, que vem sofrendo inclusive para pagar o salário dos jogadores. Ele, porém, espera seduzir o mercado com o bom ambiente de General Severiano.

“Nós somos brasileiros e com muito jogo de cintura, negociação, conversas, vamos fechar com alguns nomes. Podemos tentar seduzir algum jogador, se não for com dinheiro, pode ser com o nosso ambiente saudável, que também atrai alguns atletas” completou o treinador.

Divulgação/Botafogo F. R.
Segundo o técnico Vágner Mancini, ambiente na equipe alvinegra é muito bom apesar de dificuldades financeiras

A diretoria deverá ter boas novidades em termos de salários até o fim desta semana. Pois conseguiu o apoio de alguns sindicatos com o objetivo de desbloquear verbas do clube para poder pagar os atrasados. O clube deve dois meses e a partir do dia 5 pode correr o risco de perder alguns nomes na Justiça. Porém, dificilmente isso vai acontecer.

Com a situação salarial em dia a estratégia é realmente procurar reforços de peso. Mesmo sendo um sonho bastante caro, o atacante Robinho, de saída do Milan, realmente interessa. O próprio presidente do Botafogo, Maurício Assumpção, vem tratando desta negociação com representantes do jogador, que também buscam parceiros que possam viabilizar o negócio.

Outro jogador que interessa é o meia Fernandinho, que deixou recentemente o Atlético-MG e está de partida para o Al-Jazira, dos Emirados Árabes Unidos, dono dos seus direitos federativos. Mas como o jogador não deseja ficar na Ásia, pode retornar ao Brasil para jogar por outro clube. O Botafogo porém enfrenta concorrentes neste caso.

Quem também segue na mira do Glorioso é o atacante Jorge Henrique, que vem sendo pouco utilizado no Internacional. O jogador, porém, foi titular no empate por 1 a 1 com o Fluminense, no domingo, marcando inclusive o gol do Colorado. O técnico Abel Braga não pretende liberá-lo, o que dificulta ainda mais o acordo.

O elenco do Botafogo ganhou 15 dias de férias logo após o empate por 1 a 1 com o Corinthians e a reapresentação acontecerá em 16 de junho. O clube estuda a realização de um período de treinos no Centro de Treinamentos da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Uma definição deverá acontecer até a próxima semana.

Divulgação/Botafogo F. R.
Técnico Vágner Mancini quer reforços para a sequência do Campeonato Brasileiro

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade