Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Mano espera que jogadores superem problemas para ouvi-lo em Itaquera

Marcos Guedes São Paulo (SP)

A dificuldade de comunicação com o técnico Mano Menezes foi um dos problemas apontados pelos jogadores do Corinthians na péssima estreia no estádio de Itaquera. A expectativa é que, mesmo sem ouvir bem o chefe, os atletas façam contra o Botafogo bem mais do que fizeram na derrota para o Figueirense.

“Essa é uma realidade dos grandes estádios, com grande presença de público. O som ambiente fica alto, e você tem mais dificuldade de se comunicar. De um modo geral, existe uma dificuldade de comunicação no futebol. Você grita muito, acena muito, e chega muito pouco ao jogador lá dentro do jogo”, afirmou o treinador.

De acordo com o gaúcho, o ideal é desenvolver a equipe a ponto de não ser tão necessário berrar seu tão característico “eeeeei” com tanta frequência. O Corinthians, não se cansa de dizer o comandante, ainda está em formação, motivo pelo qual sua garganta continuará sendo testada.

Divulgação/Agência Corinthians
A proximidade da torcida torna mais complicadas as orientações de Mano (foto: Rodrigo Coca - 18/5/14)
“Quando se consegue ter uma equipe madura, bem desenvolvida, tem uma grande vantagem. Aí, ela sabe o que precisa fazer em determinados momentos. Quando a equipe é nova, você precisa gritar mais e interferir mais. Mas estamos melhorando”, comentou.

Se gritar gol mais vezes do que os jogadores do Botafogo na tarde de domingo, Mano poderá até ver o Corinthians assumir a liderança do Campeonato Brasileiro – e nela ficar até julho, quando a disputa será retomada. Além da vitória em Itaquera, são necessários tropeços de Cruzeiro e Fluminense.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade