Futebol/ Copa do Mundo 2014 - ( - Atualizado )

Maradona ataca Fifa e ironiza favoritismo da Seleção Brasileira

Rio de Janeiro (RJ)

As palavras do maior ídolo do futebol argentino, Diego Maradona, mais uma vez polemizaram na televisão. O argentino estreou na noite desta segunda-feira no programa “De Zurda” (De canhota), da emissora venezuelana Telesur e fez duras críticas à Copa do Mundo e ao presidente da entidade que regula o futebol pelo mundo.

“A multinacional está comendo com a bola”, disse em referência à Fifa que, em sua opinião, divide uma parte mínima das riquezas que conquista com o Mundial. “El pibe de oro” também atacou Josef Blatter, presidente da entidade: “Blatter leva quatro bilhões de dólares sem fazer nada”.

Campeão mundial em 1986, no México, Maradona ainda questionou a diferença dos valores ganhos entre a Fifa e o campeão da Copa do Mundo e atacou Blatter mais uma vez: “A Fifa leva quatro bilhões de dólares (com a Copa). O país campeão ganha 35 milhões de dólares. Isso está errado. Você Blatter, não faz nada e é rico. Não é como Bill Gates, que trabalha . Você não faz nada”.

Reprodução/Twitter
Diego Maradona costumeiramente comenta jogos de futebol para as televisões e agora tem programa diário em emissora venezuelana

Ex-jogador de Boca Juniors, Barcelona e Nápoli, Diego acredita que o Brasil fará uma boa Copa, elogiou a presidente Dilma, mas lamentou que o torneio seja organizado por “pessoas ruins”: “Não tenho dúvidas de que o Brasil fará uma grande Copa. Mas não nos esqueçamos das pessoas da Fifa. A verdade é que não há clima para o Mundial. Torço por Dilma (Roussef), mas este eventou chegou aqui trazido por pessoas ruins”.

O craque argentino ainda ironizou ao colocar a Seleção Brasileira como favorita ao título: “Meu candidato é o Brasil, tendo em conta de que os candidatos sempre caem”.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade