Futebol Internacional/Bastidores - ( - Atualizado )

Maradona expõe subornos na Fifa e critica postura de Platini

Abu Dhabi (Emirados Árabes)

Conhecido pelas declarações polêmicas, o ídolo argentino Diego Armando Maradona revelou, neste domingo, uma dinâmica de suborno à Fifa, entidade máxima do futebol internacional. Além disto, o astro afirmou ter denunciado há anos, em vão, os casos de corrupção praticados pela organização.

“Há muitos subornos na Fifa e é preciso responsabilizar aqueles que tomam conta do Mundial de 2022, no Catar”, sintetizou, em entrevista ao jornal Al-Ittihad, de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, onde figura como embaixador esportivo.

Adiante, Maradona condenou a postura do astro francês Michel Platini, que “abaixou a cabeça” às irregularidades. “O futebol está subordinado aos negócios”, enfatizou Maradona, que se mostrou contrário a um novo mandato do suíço Joseph Blatter.

Meses atrás, uma reportagem da France Football apontou que a escolha do Catar como sede do Mundial de 2002 foi conquistada sob pagamento de suborno aos jurados. O periódico ainda apontou como suspeito o ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira.

AFP
"O futebol está subordinado aos negócios", disse Maradona, contrário a um novo mandato do suíço Blatter

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade