Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Marcelinho Carioca enaltece a “Arena Hollywood”

Do correspondente Tiago Salazar Santos (SP)

Acostumado a brilhar no Pacaembu e no Morumbi, além de outros grandes e históricos estádios do Brasil, o ex-jogador Marcelinho Carioca comentou a sensação “incrível” que foi conhecer a Arena Corinthians, o tão sonhado estádio do Timão.

O Pé de Anjo foi um dos convidados para o jogo festivo de inauguração da Arena, quando apenas ex-atletas do clube entraram em campo.

“Fui, fui na ‘Arena Hollywood’. Internamente, é uma coisa de cinema. O cara que vai a primeira vez, o cara tem que estar com a cabeça boa, o cara que vai jogar ali, ele joga em clube grande, tem que estar acostumado, porque tem de tudo”, disse o ídolo da Fiel Torcida, comentando o deslumbramento que alguns jogadores podem ter ao conhecerem o estádio em Itaquera.

O Corinthians fez apenas duas partidas oficiais em seu novo estádio, contra o Figueirense e contra o Botafogo, ambas pelo Campeonato Brasileiro. Devido a compromissos profissionais, Marcelinho não pôde ir aos jogos, mas garante que a emoção é muito grande ao ver o estádio lotado.

“Não fui assistir, meus filhos até pedem, mas devido ao tempo, ainda não fui. Eu levei eles no Corinthians contra Corinthians, no jogo festivo que o clube fez para 40 mil pessoas, e foi um negócio cinematográfico”, explicou, lembrando que a Zona Leste de São Paulo ganhou muito com a construção da Arena. “É uma coisa de cinema, mas o que me deixou mais feliz não foi só a infraestrutura do estádio, mas sim o entorno. O entorno ganhou muito e as pessoas não falam”, comentou.

Nos cerca de 30 minutos que esteve em campo, mesmo aos 42 anos e aposentado há 4 anos, Marcelinho Carioca marcou o seu gol em cobrança de falta, como nos velhos tempos. Ao ser questionado se o goleiro facilitou, o craque brincou.

“Eu lembro dos meus amigos falarem: ‘você combinou com o Yamada’. Combinei nada, o Yamada é um goleiro profissional e não vai querer tomar o gol. Eu joguei mesmo no contrapé dele, para a bola quicar antes e fui feliz”, disse.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Marcelinho Carioca considera a Arena Corinthians como algo cinematográfico, inclusive apelidando de Arena Hollywood