Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Marcelo responde por preparador físico: "Estamos muito bem"

Tossiro Neto Teresópolis (RJ)

O cancelamento de alguns treinos depois da questionada atuação contra o México gerou dúvidas se a Seleção Brasileira não estaria perdendo tempo em sua preparação. Como o técnico Luiz Felipe Scolari deverá conceder entrevista apenas no domingo, véspera da partida contra Camarões, os jogadores é que têm respondido sobre o espinhoso assunto.

Depois de o goleiro Júlio César advertir para a necessidade de descanso em uma competição curta como a Copa do Mundo, foi a vez de Marcelo e David Luiz serem questionados a respeito do tema, nesta sexta-feira. Primeiro a falar, o lateral esquerdo aparentemente não gostou muito da pergunta.

"Não sou formado em Educação Física, tem que perguntar para o Paixão, ele resolve tudo", disse, citando o preparador físico Paulo Paixão como pessoa apropriada a responder, mas avisando que, apesar de não ser especialista, os atletas estão bem condicionados. "A gente está muito bem, não tem nenhum jogador lesionado. Todo o mundo está com energia e muita força. Tenho certeza de que o trabalho do Paixão está sendo muito bom para a gente".

Questionado, então, se o time não deveria treinar mais depois de praticar um futebol não tão vistoso, o jogador se defendeu. "A gente sabe a responsabilidade que a gente tem, o que tem que fazer em cada jogo. Sobre o treinamento, não posso falar nada. A gente tem só que treinar e fazer o que o professor pede para a gente, o que o Paixão pede pra gente. Preocupado não é a palavra. A gente sabe o que tem que fazer e está dando o máximo para ficar bem, para jogar bem e ganhar", falou.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Questionado sobre o aproveitamento do elenco, Marcelo afirma que todos estão fisicamente bem e cientes da responsabilidade

Para David Luiz, o tema ganhou espaço apenas pelo fato de a Seleção não ter vencido o México, o que não significa que os jogadores estejam mal. "O questionamento acontece, muitas vezes, devido ao resultado. O Brasil todo ficou acostumado com grandes resultados, jogos com muitos gols. A parte física está sendo muito bem controlada, o trabalho está sendo muito bem realizado. Estamos nos sentindo bem com nossa ferramenta principal, nosso corpo. Isso é muito bom, porque sei como é sofrer com lesões. Todos nós estamos aptos", opinou o zagueiro.

Além do treino desta sexta-feira pela manhã, foi cancelada a atividade matinal de sábado. Nos dois dias, a programação inicial previa treinamentos em período integral. A explicação dada pelo porta-voz da Confederação Brasileira de Futebol foi de que o planejamento é desenhado com número maior de treinos apenas para que Felipão possa administrar a carga de atividades como quiser e que acrescentar uma sessão seria mais trabalhoso do que cancelar.

Válido pela última rodada do grupo A, o duelo com Camarões, marcado para 17 horas de segunda-feira, em Brasília, põe em jogo a classificação da equipe verde-amarela para as oitavas de final. Classificação que pode ser obtida com um empate, sem dependência do resultado da partida entre Croácia e México.