Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Martínez objetiva recorde na Colômbia: "A tarefa ainda não foi cumprida"

São Paulo (SP)

Líder do Grupo C, com vitórias convincentes sobre Grécia (3 a 0), Costa do Marfim (2 a 1) e Japão (4 a 1), a Colômbia busca em solo brasileiro uma marca histórica: figurar, pela primeira vez, nas quartas de final da Copa do Mundo. Para atingir tal feito, o atacante Jackson Martínez, que defende o Porto-POR, deposita suas fichas na motivação do elenco cafeteiro.

“Chegar onde chegamos foi uma conquista importante. Porém, a tarefa ainda não foi cumprida. Temos uma motivação enorme e todos estão trabalhando com extrema seriedade por aqui. Nos sentimos à vontade no Brasil e contamos com a imensa ajuda do torcedor. Essa seleção tem fome de fazer história, de ir longe”, sintetizou.

Quando questionado sobre o Uruguai, seu adversário nas oitavas de final, Martínez foi enfático e voltou a ressaltar a qualidade do plantel comandado por José Pékerman: “Sabemos que será uma partida difícil, mas teremos tempo para estudar o adversário. Além disso, estamos centrados no que deve ser feito. Temos vários argumentos para seguir adiante. Mostramos a união do grupo e queremos manter a boa fase. Uma vitória leva a oura e isso será fundamental para o sucesso da nossa jornada”, completou.

O compromisso entre cafeteiros e celestes está marcado para sábado, às 17 horas (de Brasília), no Estádio do Maracanã. O vencedor do confronto medirá forças com Brasil ou Chile nas quartas de final, em Fortaleza-CE.

Rubens Chiri/Site Oficial SPFC
"Nos sentimos à vontade no Brasil e contamos com a imensa ajuda do torcedor", disse Jackson Martínez