Futebol Internacional/Copa do Mundo - ( )

México fecha treino, mas sofre com espiões e chama a Polícia Federal

Do correspondente Tiago Salazar Santos (SP)

O último treino da seleção mexicana em Santos antes da estreia na Copa do Mundo foi cercado de mistério. Com o primeiro jogo marcado para esta sexta-feira, diante de Camarões, na Arena das Dunas, em Natal, os mexicanos resolveram fazer mistério no treino coletivo desta quarta-feira no CT Rei Pelé.

Antes marcado para às 10h30, o México decidiu antecipar a atividade em uma hora e pegou muitos jornalistas de surpresa. Mesmo assim, apenas 15 min foram liberados para imagens, que registraram apenas o famoso ‘bobinho’ dos jogadores. Após isso, os poucos jornalistas presentes tiveram que deixar o CT.

O fato mais curioso foi uma tentativa de intervenção da Polícia Federal, que a pedido da federação mexicana, foi a um edifício próximo ao CT com a informação que haviam jornalistas registrando o treino tático da varanda de um apartamento. Após uma conversa entre o morador e os policiais, nada foi constatado.

Gazeta Press
Polícia Federal foi chamada para expulsar "espiões" de treino fechado do México (Foto: Tiago Salazar)

Sobre a escalação, a única dúvida era no gol, mas Guillermo Ochoa ficou com a vaga. Portanto, sem muitas informações do time comandado por Miguel Herrera que entrará em campo, o México se prepara para deixar a cidade litorânea às 13h, logo após o almoço no hotel em que estão hospedados, no bairro do Gonzaga, rumo ao nordeste brasileiro. Nesta quinta-feira, os mexicanos fazem o reconhecimento da Arena das Dunas para estrear no dia seguinte contra os africanos.

Na segunda rodada, o México encara o Brasil, no Castelão, em Fortaleza, às 16h do dia 17. E encerram a primeira fase contra a Croácia, dia 23, às 17h, na Arena Pernambuco.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade