Futebol Internacional/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Mídia internacional dispara contra árbitro: "Neymar e juiz venceram"

São Paulo (SP)

Quando o árbitro japonês Yuichi Nishimura foi indicado para apitar a estreia da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2014, diante da Croácia, todos lembraram da fatídica eliminação verde e amarela no Mundial passado. A derrota verde e amarela para a Holanda, pelo placar de 2 a 1, teve o comando do juiz nipônico, que passou a ser concebido como sinônimo de azar para os canarinhos.

Porém, o pênalti assinalado sobre o centroavante Fred e a não expulsão de Neymar – após uma falta cometida no camisa 10 Modric – foram lembradas pela mídia internacional, que não dissociou o triunfo brasileiro da atuação de Nishimura na Arena Corinthians.

“Estou orgulhoso pelos meus jogadores. O pênalti foi vergonhoso”, expôs em letras garrafais o periódico esportivo Sportske Novosti, um dos principais da Croácia. Também pertencente ao país balcânico, o jornal 24 Sata foi ainda mais contundente em sua análise do jogo: “Croácia roubada na estreia: Neymar e o juiz nos venceram”.

Na América do Sul, a repercussão da vitória brasileira também foi negativa. O argentino Olé trouxe consigo a capa “Começou roubando”. Já o uruguaio Ovación Digital usou o trocadilho “Presente de boas-vindas” para sintetizar o duelo em Itaquera. Em sua página, o chileno La Tercera relatou que os comandados de Luiz Felipe Scolari receberam uma “pequena ajuda”.

Por fim, o espanhol Marca expôs a manchete “Favor ao Brasil para começar”, onde fez questão de discorrer sobre o “piscinaço” de Fred.

Reprodução
"Neymar e o juiz nos venceram", disparou o jornal croata 24 Sata após a derrota balcânica em Itaquera

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade