Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Na tentativa de frear desconfiança, Romero lamenta gol levado no final

Rio de Janeiro (RJ)

Romero chegou à Copa do Mundo cercado de desconfiança porque não vinha jogando no Monaco. O goleiro da Argentina começou bem, com uma grande defesa no primeiro tempo, mas acabou levando um gol no final da vitória por 2 a 1 sobre Bósnia e Herzegovina e ouviu críticas.

“Queria que a seleção saísse com o gol intacto. Queria devolver a confiança dos meus companheiros e da comissão técnica. Eu tratei de fechar o ângulo, mas a bola passou pelo único lugar que podia. Lamentavelmente, entrou”, lamentou o camisa 1 alviceleste.

Pode ser um exagero culpar o goleiro em um lance no qual Ibisevic saiu em sua cara, recebendo passe nas costas de Fernández. Mas a imprensa argentina não demorou a apontar que ele esteve “frouxinho” no lance, como descreveu a versão online do jornal Olé.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Romero esteve perto de cumprir o objetivo, mas levou um gol aos 39 minutos do segundo tempo
Na primeira etapa, Romero havia demonstrado segurança. Ele saiu bem do gol para frustrar o que seria uma chance clara de Hajrovic e mostrou ainda mais firmeza em cabeceio de Lulic. A bola foi no canto esquerdo baixo, rapidamente, e uma ótima defesa foi feita.

O arqueiro terá a próxima oportunidade de mostrar serviço no sábado, contra o Irã, em partida marcada para o Mineirão, em Belo Horizonte. A Argentina fechará a sua participação no Grupo F do Mundial no dia 25 de junho, diante da Nigéria, em Porto Alegre.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade