Futebol/Copa do Mundo 2014 - ( )

No estádio, Luizão vibra com pênalti em Fred: “Lembrei de 2002”

Vítor Dalseno, especial para a GE.Net São Paulo (SP)

O adversário abre o marcador, a Seleção Brasileira empata e, em meio às dificuldades encontradas para superar a defesa do oponente e virar o placar, surge um pênalti. As semelhanças entre a estreia do Brasil na Copa do Mundo de 2002, contra a Turquia, e o primeiro jogo do Mundial deste ano, diante da Croácia, foram exaustivamente exploradas por diferentes veículos da imprensa.

Protagonista da estreia na Copa da Coreia do Sul e do Japão, quando substituiu Ronaldo no segundo tempo e sofreu o pênalti que garantiu os três primeiros pontos ao Brasil, o ex-atacante Luizão automaticamente associou seu lance ao de Fred quando viu o atual camisa 9 da Seleção cair na área aos 23 minutos do segundo tempo contra a Croácia.

AFP
Recber, goleiro da Turquia em 2002, reclama acintosamente com o juiz após marcação do pênalti em Luizão
“Lógico que você lembra. Foi tudo muito parecido. O jogo estava muito difícil, e o Brasil conseguiu um gol que deu o caminho à vitória”, afirmou Luizão, que esteve na Arena Corinthians para assistir ao duelo entre brasileiros e croatas, em entrevista por telefone à GazetaEsportiva.net.

CBF grava vídeo para Fred rebater polêmica: "Foi pênalti claro"

Em 2002, aos 41 minutos da segunda etapa contra a Turquia, Luizão avançou em velocidade pelo meio e cavou uma falta ao receber a marcação de Alpay. Convicto, o sul-coreano Kim Young Joo, juiz da partida, assinalou pênalti, apesar de a suposta infração ter sido cometida fora da área.

Na última quinta-feira, Fred recebeu de costas para o gol, dentro da área, e caiu após ter sido supostamente puxado pelo zagueiro Lovren. A marcação do pênalti revoltou os croatas, principalmente o técnico Niko Kovac, que, após o jogo, definiu como “ridícula” a arbitragem do japonês Yuichi Nishimura.

Marcelo Ferrelli/Gazeta Press
Para desespero dos croatas, Yuichi Nishimura assinala pênalti ao ver Fred cair na área
Vitória na estreia em 2002 teve “sabor mais gostoso”

Na entrevista coletiva que concedeu depois do apito final contra os croatas, o técnico da Seleção Brasileira, Luiz Felipe Scolari, mostrou-se animado pelas coincidências entre as estreias de 2002 e 2014. Para Luizão, a primeira vitória do pentacampeonato foi mais marcante.

“No vestiário (em 2002), foi uma alegria muito grande, porque nosso jogo foi muito mais difícil que o jogo de ontem (quinta-feira). A gente não tinha confiança nenhuma da torcida. Acho que o sabor foi muito mais gostoso”, afirmou.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade