Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

No trânsito, Pelé sofre ouvindo jogo no rádio, mas ainda crê em final

São Paulo (SP)

O Rei do Futebol não conseguiu ver o primeiro tempo do empate sem gols entre Brasil e México nesta terça-feira. Mais do que com a pouco inspirada atuação da Seleção, Pelé sofreu com o trânsito para chegar a um evento em São Paulo, acompanhando a metade inicial do duelo pelo rádio. Mas ainda acredita no time de Luiz Felipe Scolari.

“Sofri muito, mas tem que acreditar. A gente vai para a final, se Deus quiser”, afirmou à TV Globoo ex-jogador, tricampeão mundial pela Seleção por participar dos títulos em 1958, 1962 e 1970 e que, nesta terça-feira, não cansou de se queixar do trânsito na capital paulista.

“Pela primeira vez na história, acompanhei o primeiro tempo no carro, foi um sofrimento. Pegamos muito trânsito vindo de Santos, ficamos parados, foi muito sofrimento”, reclamou, retirando, porém, qualquer comparação com o que ocorreu no Mundial de 64 anos. “Ouvi a final da Copa de 1950 no rádio e hoje, de novo. Mas foi diferente. Em 1950, eu estava em Bauru.”

Fernando Dantas/Gazeta Press
Pelé ficou parado no trânsito da capital paulista durante o primeiro tempo e acompanhou jogo pelo rádio

Independentemente de qualquer comparação, Pelé fez questão de evitar críticas ao time pelo que mostrou em Fortaleza. “Não tem jogo fácil neste campeonato. O México vem dando trabalho ao Brasil há um bom tempo. O time jogou bem, mas não ganhou”, analisou.

Mesmo assim, o ídolo não se entusiasma na previsão do resultado de segunda-feira, em Brasília, pela última rodada do grupo A do Mundial. “O time jogou bem, não jogou mal, só não venceu. Agora vamos enfrentar Camarões, que toca bem a bola. Se ganharmos de 1 a 0, está bom”, indicou.