Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Paulo Bento não teme ‘jogo de compadres’ entre Alemanha e EUA

Brasília (DF)

Dependendo do resultado do outro jogo do grupo G para conseguir se classificar, o técnico de Portugal, Paulo Bento, afirma que não acredita em um “jogo de compadres” entre Alemanha e Estados Unidos. Caso empatem, ambos avançam às oitavas de final, independentemente do resultado da partida entre lusos e ganeses.

“Não temo, no futebol não se deve ter medo. Tem de haver respeito, dignidade, trabalho e competência. Temos um jogo pela frente, eles têm outro. Só podemos jogar o nosso e é isso que vamos fazer. Aprendi a respeitar os outros para que me respeitem também. Se todos pensarem assim, o mundo e o futebol seriam melhores”, disse o comandante.

Para passar de fase, Portugal depende de um tropeço de EUA ou Alemanha. Fora isso, precisa aplicar uma goleada em Gana, para tirar a grande diferença no saldo de gols, prejudicada pela goleada de 4 a 0 sofrida para os alemães, e alcançar o segundo lugar do grupo G. A escassa chance dos portugueses, entretanto, não desmotiva Paulo Bento.

AFP
Mesmo com chances remotas de classificação, Paulo Bento ainda não jogou a toalha

“Precisamos nos motivar porque estamos defendendo a seleção nacional, seja o último jogo nosso no Mundial ou não. Mais do que dizer, ficará o que podemos e devemos fazer. Sabemos que é difícil, mas devemos esgotar todas as nossas possibilidades. Afinal, esse também será o objetivo de Gana”, declarou o técnico.