Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Peixe homenageia ídolos que também fizeram história na Seleção

Do correspondente Tiago Salazar Santos (SP)

O Santos aproveitou o clima de Copa do Mundo para homenagear seus grandes ídolos do passado. Em cerimônia com a presença de alguns jogadores que marcaram história do Peixe e na seleção brasileira, o clube lançou um espaço no Memorial das Conquistas, que fica dentro da Vila Belmiro, denominado como SeleSantos.

“Só de estar aqui no memorial, na Vila Belmiro, a gente fica muito feliz”, disse Pepe, o segundo maior artilheiro do Peixe e campeão em 58 e 62 com o Brasil.

“É diferente porque o pessoal está lembrando da gente e, graças a Deus, a gente foi lá em 62 e foi Bicampeão Mundial. Já que tem uma Copa do Mundo aqui no Brasil, não resta a menor dúvida que a gente tem que ser lembrado, na Alemanha (2006) a Fifa levou a gente para a Copa do Mundo, eu fico feliz e contente e acho que a gente tem que ser lembrado”, ressaltou Mengálvio.

Além da homenagem na noite desta quinta-feira, que contou com dirigentes, autoridades da Cidade, ex-jogadores e familiares, o alvinegro praiano lançou a série de vídeos com entrevistas e depoimentos inéditos de seus grandes ídolos, campeões com a amarelinha também.

“Queríamos produzir um material especial e histórico. Nós vamos publicar essas entrevistas até a estreia do Brasil na Copa, dia 12. Nosso primeiro vídeo é com Pepe e o último com Pelé”, explicou Clayton Galvão, coordenador da Santos TV.

“Eu achei maravilhosa essa homenagem. Eu sempre tenho lembrança das minhas viagens maravilhosas, do Chile eu não esqueço nunca, fiz um gol e ganhamos o campeonato”, lembrou o lendário Zito, que representou o Brasil em três Copas do Mundo, em 1958 na Suécia, 1962 no Chile e 1966 na Inglaterra.

Ao todo, o Peixe teve 15 representantes brasileiros em Mundiais. “Receber a homenagem do clube que nós jogamos com muito orgulho, com muita garra, com muito amor... É muito bom receber homenagem de um clube que a gente ama, que a gente teve uma vida profissional e esse reconhecimento por parte de torcedores é um orgulho muito grande”, disse Clodoaldo, campeão em 1970 com a considerada maior seleção de todos os tempos.

Acervo/Gazeta Press
A primeira seleção que contou com jogadores do Santos foi a de 1958. Pelé e Zito foram titulares. Pepe foi reserva.
Jogadores que jogaram Copas enquanto defendiam o Santos:

Pelé: 58, 62, 66 e 70
Pepe: 58, 62
Zito: 58, 62 e 66
Mengálvio: 62
Coutinho: 62
Mauro Ramos: 62 (Capitão)
Gylmar: 62 e 66
Orlando Peçanha: 66
Lima: 66
Edu: 66, 70 e 74
Clodoaldo: 70
Carlos Alberto Torres: 70 (Capitão)
Joel Camargo: 70
Marinho Peres: 74 (Capitão)
Robinho: 2010

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade