Futebol/Copa 2014 - ( )

Pékerman fecha treino em Cotia e acentua mistério sobre Mondragón

Cotia (SP)

O recorde de jogador mais velho a atuar em uma partida de Copa do Mundo pertence ao atacante camaronês Roger Milla, que atuou – e marcou gol – na edição de 1994, com 42 anos. Porém, a marca pode ser superada pelo goleiro Faryd Mondragón. O arqueiro de 43 anos pode ser a opção de José Pékerman no duelo da já classificada Colômbia contra o Japão, em Cuiabá-MT.

Porém, o mistério que envolve o experiente arqueiro não foi despistado na tarde deste domingo. O comandante argentino fechou o treinamento no CT Laudo Natel, em Cotia-SP, e não discorreu sobre o pensamento de poupar o titular Ospina.

Além disso, o setor de contensão no meio-campo segue sem a presença de Carlos Sánchez garantida. Com um cartão amarelo, o volante pode ser poupado para escapar da suspensão, promovendo lugar a Freddy Guarín, atleta da Inter de Milão-ITA, na companhia de Abel Aguilar.

Neste contexto, a provável escalação colombiana para o duelo final da fase de grupos tem Ospina (Mondragón); Zuñiga, Zapata, Yepes e Armero; Aguilar, Sánchez (Guarín), Cuadrado e James Rodríguez; Ibarbo e Teófilo Gutiérrez.

O compromisso contra os nipônicos ocorre nesta terça-feira, às 17 horas (de Brasília), na Arena Pantanal. No mesmo dia e horário, completa o Grupo C o confronto entre Grécia e Costa do Marfim, no Mineirão.

AFP
Caso entre em campo contra o Japão, Faryd Mondragón será o atleta mais velho a atuar na Copa do Mundo