Futebol/Copa do Mundo 2014 - ( - Atualizado )

Pepe Reina deve ser titular e "aposentar" Casillas na Espanha

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes Curitiba (PR)

Quatro Copas do Mundo como titular da seleção espanhola e Iker Casillas, aos 33 anos, não deve ter a despedida que merecia do cargo. Peça fundamental do título em 2010, em 2014 o goleiro foi responsabilizado pela queda precoce na competição e, com isso, será ‘aposentado’ antecipadamente, já que dificilmente estará na Rússia, em 2018. Para encarar a Austrália, segunda-feira, em Curitiba, o titular deve ser Pepe Reina.

“Não sei ainda, veremos assim que nosso técnico nos informar. Estou treinando e me preparando e farei o melhor de sempre. Todos os jogadores de futebol querem jogar uma Copa do Mundo. A Espanha já venceu, eu estava lá, e se jogar amanhã, ótimo, ficarei feliz de estar lá também”, disse o goleiro, consciente do processo de reformulação que virá. “Alguns sairão, outros entraram. É normal, assim é a vida. Temos que dar as boas-vindas e trabalharmos juntos”, acrescentou.

AFP
Emprestado pelo Liverpool ao Napoli na última temporada, Reina deve ganhar oportunidade nesta segunda
Despreocupado com a opinião sobre uma possível queda no respeito pela Fúria, Reina garante motivação que não falta ao grupo e que, apesar do desânimo mostrado nos treinamentos do CT do Caju, o sentimento de busca pela vitória segue o mesmo. “Bem, sabemos que não podemos nos classificar e isso não se pode mudar. Mas, quando entrarmos em campo entramos para vencer. Não acho que a opinião das pessoas irão mudar, independentemente do resultado”, avaliou.

O goleiro, aliás, garante que nada na filosofia do grupo mudará com o fiasco no Brasil e não adiante procurar desculpas e culpados pela queda. “Se estamos fora desse mundial é porque fizemos dois jogos com duas equipes que se saíram melhor do que a gente. Falava-se de uma Espanha favorita e não foi. Mas a Espanha sempre será respeitada por usa filosofia de jogo. Os resultados vão depender da gente”, concluiu.