Futebol/Copa do Mundo - ( )

Queiroz acredita na vitória do Irã: “é hora de darmos o melhor”

Guarulhos (SP)

Carlos Queiroz está no comando da seleção do Irã desde 2011 e fez questão de reforçar sua confiança na equipe, lembrando que o Team Melli não veio para a Copa para ser um mero expectador.

“Agora é hora de acreditar, não mais de dar desculpas, explicações ou desistir. É entrar em campo, fazer o melhor pelo país e tentar ganhar o jogo. Não viemos aqui para assistir à Copa do Mundo. Agora é hora de lutar, jogar com coração e alma. É hora de sermos o Irã. Darmos o melhor.”

A seleção iraniana venceu Trinidad e Tobago por 2 a 0 no último domingo, em amistoso preparatório. A vitória deu mais confiança para os jogadores, que não venciam desde março. Figurando no Grupo F ao lado de Argentina, Nigéria e Bósnia, o Irã é considerado o mais fraco do grupo, mas Queiroz quer o grupo completamente focado para superar o favoritismo adversário.

AFP
Técnico Carlos Queiroz acredita no potencial do Irã: "não viemos para assistir"

“O mais importante é o primeiro jogo. Não importa se é contra Argentina, Indonésia ou Japão. Temos de jogar como um time. Temos de tratá-los como são, nem mais, nem menos. Não existem times perfeitos do mundo. Temos de estar nos lugares certos, nos momentos certos”, acrescentou.

Queiroz faz questão de lembrar que, assim como as outras 31 seleções da Copa, o Irã também se classificou disputando as Eliminatórias, sem qualquer favorecimento. Em sua quarta participação em Mundiais, a seleção iraniana venceu apenas um em nove jogos disputados: 2 a 1 sobre os Estados Unidos, em 1998. A equipe também anota dois empates e seis derrotas.

O Irã estreia contra a Nigéria na próxima segunda (16), às 16h (de Brasília), na Arena da Baixada.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade