Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Reserva, Bernard comemora apenas maturidade por enquanto

Tossiro Neto Teresópolis (RJ)

Um ano depois de ter sido convocado pela primeira vez para a Seleção Brasileira, logo para a Copa das Confederações, Bernard está prestes a disputar uma Copa do Mundo, mas na reserva. O banco não chega a incomodá-lo, ainda que ele quisesse estar entre os titulares. O atacante, por outro lado, prefere comemorar a maturidade adquirida nesse período.

"Era novidade, dava mais nervosismo de saber como chegar, como cumprimentar, como seriam os treinamentos. Eu mais novo. Agora, já estou bem adaptado ao grupo, entendo o que o Felipão precisa e pede dentro do jogo. Tenho mais tranquilidade. Venho um Bernard mais maduro, um Bernard mais centrado e mais tranquilo", comparou o jogador de 21 anos, neste domingo.

Também a experiência de uma temporada fora do Brasil, jogando pelo Shakhtar Donetsk (Ucrânia), ajudou a acelerar o processo. Em contrapartida, as oportunidades na equipe diminuíram, apesar de ele não concordar que tenha perdido espaço.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Cabeça em pé: atacante minimiza reserva e se diz preparado para entrar no time quando for preciso
"Acho que o Felipão usa o jogador que ele necessita. Estou tranquilo em relação a isso. Já estou feliz só de estar no grupo. É claro que, respeitando a todos, vou buscar meu espaço sempre, mas estou bem fisicamente e bem comigo mesmo, confiante. Por isso, venho me dedicando, concentrado, focado, para, caso tenha oportunidade, não ser surpreendido", salientou.

Caçula entre os 23 convocados pelo técnico Luiz Felipe Scolari, Bernard é quem mais sofre nos treinamentos e também nas brincadeiras do grupo. Mas tem a proteção do zagueiro David Luiz, um dos líderes e mais experientes entre os que, a partir de quinta-feira, disputarão o Mundial.

"Desde que passei a ser convocado, ele foi praticamente um irmão, um pai para mim. Ele comenta que cuida de mim", comentou, sorrindo. "Tenho um carinho grande por ele. É um cara excepcional, tranquilo, brincalhão. Sabe a hora de falar sério e a hora de brincar. Ele traz alegria, está sempre sorrindo e divertindo todos".

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade