Futebol Internacional/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Rodízio empregado em amistosos pré-Copa despista titulares do Irã

Arthur Carvalho e Marcos Vieira, especial para a GEnet Guarulhos (SP)

Em preparação para a Copa do Mundo de 2014, o Irã promoveu quatro amistosos entre maio e junho, onde apresentou uma característica peculiar: nenhum jogador foi titular em todas as apresentações. O rodízio implementado pelo técnico português Carlos Queiroz despistou os adversários persas em solo brasileiro – Argentina, Bósnia e Herzegovina e Nigéria – mas a tendência é que a seleção islâmica entre em campo no esquema 4-5-1.

No empate sem gols com a Bielorrússia, Queiroz levou a campo Alireza Haghighi; Montazeri, Mahini, Reza Haghighi e Sadeghi; Pooladi, Teymourian, Hadadifar, Ansafard e Khalatbari; Sharifi. No duelo seguinte, diante de Montenegro – que também terminou em 0 a 0 – a formação iraniana foi Davari; Alenemeh, Mahini, Beitashour e Hadadifar; Nekounam, Hajsafi, Khanzadeh, Ansafard e Dejagah; Azmoun.

Por sua vez, os compromissos contra Angola (1 a 1) e Trinidad e Tobago (2 a 0, disputado no Centro de Treinamentos do Corinthians) apresentaram um esboço mais próximo do time que deve estrear no Mundial. Contra os africanos, o Irã teve Ahmadi; Montazeri, Hosseini, Beikzadeh e Sadeghi; Nekounam, Teymourian, Shojaei, Dejagah e Heydari; Ghoochannejhad. Já no triunfo sobre os trinitinos, os 11 escolhidos foram Alireza Haghighi; Hosseini, Montazeri, Sadeghi e Heydari; Nekounam, Teymourian, Pooladi, Dejagah e Hajsafi; Ghoochannejhad.

Mesmo com as trocas constantes propostas por Queiroz, uma característica se manteve presente: o meio-campo povoado. Mesmo com o corte do veloz Khalatbari – que apresentou queda de desempenho nas Eliminatórias – o Irã aposta nos habilidosos Dejagah e Shojaei para articular as jogadas. Esperança de gols, Ghoochannejhad ganhou o posto do experiente ídolo Rezaei.

Assim, é esperado que o Irã estreie diante da Nigéria com a seguinte formação: Ahmadi; Montazeri, Hosseini, Sadeghi e Beikzadeh; Nekounam, Teymourian, Heydari, Dejagah e Shojaei; Ghoochannejhad. O compromisso, que ocorre no dia 16 de junho (segunda-feira), às 16 horas (de Brasília), terá como palco a Arena da Baixada, em Curitiba-PR.

AFP
O Irã tem como palco de treinos o CT Joaquim Grava, que pertence ao Corinthians, na zona leste paulistana

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade