Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Santa Cruz tem pena de portões fechados reduzida

Recife (PE)

Nesta quinta-feira, em julgamento no Pleno em segunda instância, no Rio de Janeiro, o Santa Cruz conseguiu uma vitória: só precisará disputar mais um jogo com portões fechados. A pena imposta pela 4ª Comissão Disciplinar do STJD pelo assassinato do torcedor Paulo Ricardo Gomes, no Arruda, havia sido de cinco jogos e agora foi reduzida.

Como o time já cumpriu dois embates de punição, o Tricolor agora precisa cumprir apenas mais um. Assim, o duelo ocorrerá no dia 23 de julho, contra o Botafogo-PB, válido pela segunda fase da Copa do Brasil. A multa do clube ainda foi diminuída de 60 mil reais para 40 mil.

O palco do confronto será o Arruda, mas sem torcida. O Santa pode atuar em casa devido a efeito suspensivo deferido por meio de liminar na última quinta-feira, a partir de novos laudos enviados à CBF por peritos.

Os dois duelos que ocorreram com portões fechados foram nos Aflitos: nos dias sete e 23 de maio, contra Lagarto (Copa do Brasil) e América-MG (Série B), respectivamente. Já em 30 do mesmo mês, no jogo contra o Joinville, pelo Brasileiro, a torcida foi aos Aflitos amparada por uma liminar.

Com a redução da pena, o Santa Cruz terá o apoio de seu torcedor em importantes duelos: o primeiro contra o Ceará e o segundo, um clássico contra o Náutico, ambos pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Apesar da boa notícia, o departamento jurídico tricolor não se deu por satisfeito. Não era o que a gente esperava. Esperávamos uma absolvição total. Não achamos justo, mas acabou sendo menos danoso que antes", disse o advogado do clube, Eduardo Lopes, ao Diário de Pernambuco. "Nós cedemos vídeos para ajudar nas investigações da Polícia sobre o crime e contamos com o atenuante dos três acusados já estarem presos", explicou o argumento utilizado para a diminuição da punição.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade