Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Satisfeitos, jogadores apostam na briga pelo título após a parada

Gazeta Press Macaé (RJ)

Após o empate em 1 a 1 com o Internacional na noite deste domingo, o clima era de dever cumprido no vestiário do Fluminense. Para os jogadores e o técnico Cristóvão Borges, a vice-liderança na tabela de classificação credencia o time a brigar pelo título no recomeço da competição após a Copa do Mundo.

"É lógico que agente queria a vitória, mas o jogo foi duro. Agora é descansar. O importante é estar entre os quatro primeiros, para quando voltarmos entrarmos na briga pelo título -, disse o lateral direito Bruno, ressaltando a qualidade das duas equipes.

Já o atacante Walter lamentou não ter deixado sua marca: "Hoje foi muito ruim, foi muito feio. Eles não deram espaço e marcaram muito bem. Saio chateado, mas o importante é que saímos em segundo", afirmou Walter.

Nelson Perez/Fluminense FC
O treinador Cristóvão Borges acredita que a queda de rendimento na segunda etapa foi natural
Cristóvão Borges, por sua vez, minimizou a queda de rendimento de sua equipe no segundo tempo. Após dominar o duelo na primeira etapa, a equipe das Laranjeiras mostrou dificuldades no segundo tempo, demonstrando claros sinais de desgaste físico.

"O segundo tempo exigiu bastante, foi natural que a equipe tivesse uma queda física. Se analisarmos, normalmente jogamos melhor na segunda etapa. Acho que o empate hoje ficou de acordo com o que foi a partida", disse o treinador, que considerou o duelo equilibrado.

O Fluminense terá dois compromissos esta semana. Na terça-feira, a equipe sub-23 irá enfrentar o Verona da Itália, em amistoso na cidade cearense de Sobral. Já os titulares voltam a campo no próximo sábado para um amistoso histórico contra a seleção da Itália, que se prepara para disputar a Copa do Mundo, em Volta Redonda.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade