Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Sistema de som falha e hinos de França e Honduras não são executados

Porto Alegre (RS)

Com o árbitro Sandro Meira Ricci à frente, os jogadores de França e Honduras se dirigiram ao gramado do estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, para a estreia das suas seleções na Copa do Mundo, neste domingo. O protocolo da Fifa que antecede às partidas, no entanto, foi quebrado por causa de uma falha no sistema de som: os hinos dos países não foram executados.

Antes de todas as partidas oficiais, a entidade máxima do futebol pede para que as duas seleções sigam o protocolo. Desta forma, é obrigatório que os jogadores adversários entrem em campo lado a lado e fiquem perfilados para a execução do hino nacional – que também tem um tempo limite de execução.

Com a falha deste domingo, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, a cerimônia que antecede o apito inicial foi feita de forma mais rápida, o que causou certo desconforto ao árbitro Sandro Meira Ricci. Mesmo com as duas equipes já distribuídas em seus respectivos campos, o brasileiro foi obrigado a esperar dois minutos para que o jogo fosse iniciado às 16 horas (de Brasília).

Após o ocorrido, a entidade máxima do futebol se manifestou e prometeu investigar os motivos que levaram à falha. “A FIFA e o Comitê Organizador Local (COL) lamentam que o sistema de áudio para os hinos nacionais das seleções não tenha funcionado corretamente antes do jogo entre França e Honduras. Estamos avaliando a causa do ocorrido”.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade