Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Escoltada até pelo Exército, Seleção deixa Comary rumo a Goiânia

Tossiro Neto Teresópolis (RJ)

Seis dias depois de ter se apresentado em Teresópolis, a Seleção Brasileira deixou a Granja Comary, sob forte escolta, no início da noite deste domingo, rumo a Goiânia. Lá, enfrentará o Panamá, na terça-feira. Com apoio de batedores, viaturas da Polícia Militar e até caminhões do Exército, a delegação passou às 19h11 (de Brasília) pelo portão de saída do local em que treinou durante toda a semana.

Além das forças de segurança, um ônibus reserva seguirá o trajeto até o Rio de Janeiro, onde os 20 jogadores – Paulinho, Thiago Silva e Fernandinho não viajam - e os membros da comissão técnica tomarão voo fretado com destino a Goiás. No comboio, que terá caminho livre na descida da Serra, também há uma ambulância para eventual emergência.

No treino da manhã deste domingo, o técnico Luiz Felipe Scolari pretendia repetir o time que havia ensaiado na manhã anterior, mas não foi possível, porque o volante Paulinho acusou dores no tornozelo esquerdo, no qual sofreu entorse em dividida com o atacante Bernard, e foi poupado não somente da atividade, mas também do amistoso de terça-feira.

A escalação que trabalhou neste domingo - e que ainda pode sofrer alteração - foi Júlio César; Daniel Alves, Dante, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Hernanes e Oscar; Hulk, Neymar e Fred. Na segunda-feira à tarde, o elenco ainda fará treino no Serra Dourada, onde a comissão técnica optou por cumprir a exigência de um trabalho aberto à torcida.

Além de Paulinho, mais dois jogadores permanecerão na Granja Comary: o zagueiro Thiago Silva e Fernandinho. Os dois, no entanto, não tem nenhuma lesão e realizarão tão somente trabalho de fortalecimento muscular, sob orientação do preparador físico Francisco González.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade